Logo
  • Prefeitura de Bequimão e Sebrae-MA avançam na implantação do “Cidade Empreendedora”

    Expectativa é que as primeiras intervenções do programa no município comecem a ser aplicadas já no mês de junho

    A Prefeitura de Bequimão, em parceria com o Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas no Maranhão (Sebrae-MA), iniciou nesta sexta-feira (21) o processo de implantação do programa “Cidade Empreendedora” no município. Técnicos da Regional do Sebrae em Pinheiro, unidade responsável por atender Bequimão, se reuniram com o prefeito João Martins e com secretários municipais na Escola Estado de Minas Gerais. A reunião teve como objetivo apresentar o programa ao corpo técnico da Prefeitura de Bequimão, buscar informações sobre os setores da administração e elaborar um diagnóstico, que vai contribuir com a melhoria dos indicadores sociais do município.

    “Essa é uma reunião de alinhamento do ‘Cidade Empreendedora’. É o momento inicial do processo de parceria com o município. Na oportunidade, nós estamos realizando a apresentação [do programa] para o corpo técnico de Bequimão e as soluções que vão ser aplicadas no município. Juntamente com o prefeito João Martins, nós reforçamos a importância dessa parceria e do esforço de todos, para que possamos ajudar a aprimorar os processos públicos e, consequentemente, favorecer o ambiente local de negócios, gerando oportunidades e contribuindo com o desenvolvimento do município de Bequimão”, explicou o analista técnico da Unidade Regional do Sebrae em Pinheiro, Fernando Reis.

    Neste primeiro momento, o corpo técnico da Prefeitura de Bequimão também foi instruído a realizar o diagnóstico situacional do município. A reunião das informações sobre os mais diversos setores da administração pública vão auxiliar no planejamento e na efetividade das ações do “Cidade Empreendedora”. A expectativa é que as primeiras intervenções do programa no município de Bequimão comecem a ser aplicadas já no mês de junho.

    “A realização desse mapeamento vai nos oportunizar a aplicação das primeiras ações do ‘Cidade Empreendedora’ já a partir do mês que vem. Os secretários ficaram de nos dar um retorno essa semana sobre a conclusão do diagnóstico. O corpo técnico da Prefeitura de Bequimão está fazendo o levantamento dessas informações, para que, juntos, possamos definir as melhores estratégias a serem seguidas pelo programa no município. Assim que o levantamento dessas informações for concluído, vamos iniciar as primeiras intervenções”, revela o analista técnico Fernando Reis, da Unidade Regional do Sebrae em Pinheiro.

    O prefeito João Martins considerou a reunião com o corpo técnico bastante proveitosa. Entusiasmado, ele destacou as vantagens do “Cidade Empreendedora” aos secretários e aproveitou para pedir o empenho de todos no levantamento das informações que vão nortear as ações do programa em Bequimão. “A proposta do ‘Cidade Empreendedora’ é trabalhar o ambiente de negócios do nosso município, no setor privado e, principalmente, no público, que é onde tudo começa. A consultoria vai nos auxiliar muito nesse processo, com a desburocratização dos processos institucionais. Com a capacitação do nosso corpo técnico, vamos deixar a nossa gestão cada vez mais eficiente e promover o desenvolvimento sustentável do nosso município”, reforçou o prefeito de Bequimão.

    Saiba Mais
    Eixos de trabalho do Programa Cidade Empreendedora:

    1- Gestão Pública Empreendedora
    Promover o engajamentos, a qualificação e capacitação dos gestores públicos municipais, fortalecendo a agenda do desenvolvimento econômico do município e a cultura empreendedora.

    2- Deburocratização
    Implementar ações, processos ou alterações no marco legal com objetivo de reduzir a burocracia, otimizando o tempo de abertura e regularização das atividades econômicas.

    3- Compras Governamentais
    Apoiar o município na adequação de seus processos licitatórios para compras públicas de produtos e serviços locais e preparar os pequenos negócios para fornecerem ao poder público.

    4- Poder Público como Indutor da Inovação
    Fomentar e acelerar o crescimento de pequenos negócios locais, estimulando a inovação e promovendo a sinergia com os demais atores do ecossistema de inovação para contribuir com o desnevolmento econômico sustentável do território.

    5-Inclusão Produtiva
    Oportunizar cidadãos que vivem em situação de vulnerabilidade social, principalmente os atendidos por meio dos Centros de Referência da Assistência Social (CRAS), para promover o acesso destas pessoas ao mercado através do empreendedorismo.

    6- Liderança e Território
    Identificar e estimular o diálogo entre lideranças públicas, empresariais e do terceiro setor, construindo uma rede de relacionamento convergente ao desenvolvimento.

    0 Comentários

    Deixe o seu comentário!