Logo
  • Prefeitura de Bequimão viabiliza inscrição de estudantes quilombolas no Proetnos; saiba mais sobre o programa!

    A Prefeitura de Bequimão, por meio da Secretaria de Igualdade Racial, realizou nesta quarta-feira (24) o transporte dos estudantes quilombolas do município até a Universidade Estadual do Maranhão (Uema) – Campus São Bento, para que pudessem realizar a inscrição no Processo Seletivo Simplificado de Acesso aos Cursos de Licenciatura Intercultural para a Educação Básica Indígena e Licenciatura em Educação Quilombola – PROETNOS.

    De acordo com o edital da Uema, o prazo para inscrição encerra no dia 3 de dezembro. Podem se inscrever candidatos(as) indígenas e quilombolas que possuam ou estejam concluindo o ensino médio ou equivalente em 2021, com vínculo a uma etnia ou a um quilombo reconhecidos e sejam indicados pelas lideranças de suas comunidades. A aplicação das provas ocorrerá em 16 de janeiro de 2022.

    Neste seletivo, são ofertadas 120 vagas, distribuídas da seguinte forma: 30 vagas Licenciatura Intercultural para Educação Básica Indígena – Ciências da Linguagem /Campus Grajaú; 30 vagas Licenciatura Intercultural para a Educação Básica Indígena – Ciências Humanas/ Campus Barra do Corda; 30 vagas Licenciatura Intercultural para a Educação Básica Indígena – Ciências da Natureza/ Campus Santa Inês; e 30 vagas Licenciatura em Educação Quilombola/ Campus São Bento.

    Proetnos

    O Programa de Formação Docente para atender a Diversidade Étnica do Maranhão (PROETNOS) da UEMA foi criado este ano, para formar e qualificar professores para assumir os processos de escolarização nos territórios dos povos e comunidades tradicionais no Estado do Maranhão, garantindo assim a autonomia desses territórios, uma vez que os professores a serem formados devem ser exclusivamente oriundos das suas comunidades e povos.

    Preparação

    A Prefeitura de Bequimão deu início à preparação para o seletivo no mês de setembro, com a aula inaugural do Pré-vestibular Quilombola do município. O preparatório para o vestibular do curso de Licenciatura em Educação Quilombola, da Universidade Estadual do Maranhão (UEMA), é destinado aos estudantes das comunidades remanescentes de quilombos.

    As aulas de redação, disciplina pré-requisito para ingresso na graduação do Campus São Bento, acontecem todos os sábados pela manhã na Escola Domingos Bouéres, localizada no bairro Estiva. A gestão do prefeito João Martins colocou quatro professores de Língua Portuguesa à disposição dos estudantes.

    A procura pelo cursinho foi grande. Prova disso é que mais de 100 jovens e adultos se inscreveram e quatro turmas com capacidade para até trinta alunos interessados em prestar o vestibular precisaram ser montadas.

    O suporte educacional aos estudantes é uma demanda do Movimento Quilombola de Bequimão, atendida pela Prefeitura de Bequimão através das Secretaria Municipais de Igualdade Racial, Cidadania e Participação Popular e de Educação, Juventude, Esporte e Lazer.

    0 Comentários

    Deixe o seu comentário!