Logo
  • Prefeitura de Cururupu inicia vacinação de profissionais da rede municipal de saúde contra a Covid-19

    Após ato simbólico realizado na tarde da última terça-feira (19), quando quatro profissionais linha de frente do combate ao novo coronavírus foram vacinados,  a prefeitura de Cururupu inicia nesta quarta-feira (20), a vacinação de profissionais de saúde da rede municipal que atuam na linha de frente do combate ao coronavírus (Covid-19). Ao levar a vacinação ao local de trabalho dos profissionais, a prefeitura visa a segurança dos profissionais e evitar a aglomeração em outros ambientes.

    Os primeiros imunizados ontem (19), foram Marliane Diniz, técnica de enfermagem que faz parte das equipes linha de frente do combate ao coronavírus, lotada na Santa Casa de Misericórdia; Rita de Cásia, enfermeira linha de frente  do combate a doença; Maria Helena, Agente Comunitária de Saúde, representando as mulheres negras, Celson Fernando, Agente comunitário de Saúde o qual representou os Quilombolas.

    A Secretaria Municipal de Saúde destaca que os profissionais da linha de frente que serão vacinados nesse primeiro lote da vacina disponível não precisam procurar nenhum local de vacinação, pois serão vacinados no seu local de trabalho. A Secretaria informa ainda que, não basta ser profissional da saúde para ser vacinado, é preciso está na linha de frente do combate a doença, conforme protocolo das autoridades sanitárias.

    Os profissionais em Cururupu serão vacinados nesta quarta (20); quinta-feira (21); e sexta-feira (22). A partir de segunda-feira, será a vez dos maiores de 80 anos, um total de 802 pessoas que receberão a primeira dose da vacina. Serão esses os grupos que serão vacinados nesse primeiro mormente, assim que o Estado disponibilizar mais vacina os demais grupos serão vacinados.

    De acordo com a secretária municipal de Saúde Luciana Setubal Lopes, a vacina é um alento diante do trabalho incessante que se tem realizado. “Para nós, é um pontapé inicial e espero dentro em breve colher os bons frutos. A vacinação vem com o grande intuito de tentar reduzir o nível de internações e, consequentemente, os agravos decorrentes da doença”, destacou.

    0 Comentários

    Deixe o seu comentário!