Logo
  • Produtores devem ficar atentos ao prazo para vacinação contra a febre aftosa de bovinos e bubalinos

    A primeira etapa da campanha de vacinação contra febre aftosa vai chegando à reta final e o produtor maranhense que ainda não vacinou seu rebanho de bovino e bubalino tem até o dia 31 de julho para imunizar seus animais.

    A Agência Estadual de Defesa Agropecuária do Maranhão (AGED/MA) informa que os produtores devem imunizar todo rebanho, com animais de todas as idades. É importante a colaboração do produtor nesse momento para que o Estado avance e atinja em breve o status de zona livre de aftosa sem vacinação.

    A estimativa é de imunizar mais de 8 milhões de bovinos e bubalinos em todo território maranhense e atingir o índice vacinal acima de 90% como preconiza o Ministério da Agricultura.

    A fiscal estadual agropecuário da AGED e responsável no Estado pelo Programa Nacional de Erradicação da Febre Aftosa (PNEFA), Margarida Prazeres informa que o período para comprovação da vacinação pelo produtor vai até o dia 31 de agosto. Os produtores podem encaminhar seus dados pessoais, quantidade e faixa etária dos bovinos e bubalinos vacinados, nota fiscal comprovando a compra da vacina através do e-mail ou fazendo o agendamento via telefone para atendimento presencial no escritório da AGED em que a propriedade está cadastrada.

    No site da AGED (www.aged.ma.gov.br) estão todas as informações necessárias que o produtor vai ter acesso para realizar a comprovação da vacinação de seus animais.

    A AGED/MA recomenda ainda que o produtor não deixe para vacinar e comprovar no último dia do prazo, para evitar aglomeração. A Agência ainda informa que o produtor pode aproveitar a oportunidade para comprovar também as vacinações contra raiva e brucelose.

    0 Comentários

    Deixe o seu comentário!