Logo
  • Projeto da DPE/MA que fomenta respeito e dignidade à população LGBT+ chega a Pinheiro

    As atividades desenvolvidas pelo projeto “Respeitar a Diferença é viver sem violência”, executadas pelo Núcleo de Defesa da Mulher e População LGBT e pelo Núcleo Psicossocial da Defensoria Pública (DPE/MA), chegaram ao município de Pinheiro.

    Cerca de 250 pessoas, entre autoridades e a comunidade em geral, foram sensibilizadas diretamente nas visitas institucionais, discussões e rodas de diálogos, que têm o objetivo de disseminar uma cultura de paz, por meio da articulação de políticas públicas em favor da população LGBT+. Além da equipe multidisciplinar do projeto que esteve o interior, composta pela assessora jurídica Millany Pinheiro Freire, a psicóloga Calíope Almeida Costa e a assistente social Brenda Pereira Soares, os defensores públicos Gil Henrique Faria e Suzanne Lobo também participaram das atividades.

    O projeto foi concebido a partir de convênio consignado junto ao Ministério dos Direitos Humanos visando a oportunizar ações no que tange ao atendimento jurídico, social e psicológico destinado a população LGBT em situação de vulnerabilidade, além da promoção de educação em direitos.

    A defensora pública Lindevania Martins, uma das coordenadoras do projeto, destacou a importância do mesmo. “Já possuímos uma carência grande de políticas públicas e serviços ligados à proteção da população LGBT na capital, sendo que no interior essa carência ainda é maior. Uma das maiores virtudes desse projeto é a interiorização. Pinheiro é a primeira cidade na qual a equipe está atuando, mas já possuímos atividades agendadas para outros municípios maranhenses, sendo que Caxias será a próxima cidade a receber a equipe”, informou.

    A equipe multidisciplinar, além do atendimento psicossocial, realiza visitas institucionais, palestras, sessões de estudos, capacitações, acompanhamentos. Dentre inúmeras diretrizes, o projeto ainda envolverá outras instituições que trabalham na defesa e proteção da população LGBT para a implementação e fortalecimento da rede de atendimento ao segmento no Maranhão.

    0 Comentários

    Deixe o seu comentário!