Logo
  • SAMU de Pinheiro já recebeu mais de 800 mil em 2017

    Em entrevista na tarde desta terça-feira (20) o prefeito de Pinheiro, Luciano Genésio tirou o “seu” da reta e culpou a equipe do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência pelo resgate de um paciente na carroceria de uma caminhonete na noite deste domingo (18), (reveja aqui).

    Mesmo tendo recebido mais de 800 mil reais nos últimos meses, o SAMU de Pinheiro está com apenas uma ambulância em condições de atender as dezenas de ocorrências.

    A equipe que prezou pela vida do paciente, e fez o regate na carroceira de uma caminhonete de um popular, foi chamada de “Imatura” pelo prefeito, como se os profissionais tivessem culpa da má aplicação dos recursos destinados ao Serviço de Atendimento Móvel de Urgência de Pinheiro.

    A dinheirama recebida pelo prefeito de Pinheiro para investir no SAMU, não daria apenas para recuperar  as 4 ambulâncias que estão paradas por falta de manutenção, mas de comprar até 6 novas ambulâncias.

    Vale ressaltar que a direção do SAMU de Pinheiro, está sob o comando da filha do atual vice – prefeito de Pinheiro, Stélio Cordeiro, que pode ficar fora da chapa de 2020 depois da aproximação do ex-vereador Leonardo Sá, que virou o “sovaco” do prefeito.

    Há quem diga que o massacre no SAMU de Pinheiro, seja uma retaliação pelo lançamento da pré-candidatura do vice-prefeito a deputado federal, que é apenas para não deixar Leonardo, hoje queridinho do prefeito, criar asa dentro do grupo.

    Depois de toda a repercussão negativa do caso o prefeito apareceu como herói e jogou toda a culpa na equipe de plantão do SAMU de Pinheiro. Lamentável!!!

    0 Comentários

    Deixe o seu comentário!