Logo
  • Secretário de Segurança recebe Militares que prenderam acusados de seqüestro em Pinheiro

    O
    Secretário de Estado de Segurança Pública, Aluisio Mendes recebeu, na manhã de
    ontem (11) em seu gabinete, a equipe da 12º Companhia Independente da Polícia
    Militar, que fica sediada em Zé Doca. Os militares foram responsáveis pela
    prisão e apreensão do seqüestrador e na apreensão de um adolescente, suspeitos
    de envolvimento no seqüestro da gerente de uma agência bancaria na cidade de
    Pinheiro, crime ocorrido na última sexta-feira (8).
    “Essa
    equipe fez um excelente trabalho. Essa prisão mostra mais uma vez que no
    Maranhão todas as Polícias estão atentas e preparadas para combater qualquer
    prática criminosa”, comentou o secretário de Segurança parabenizando os
    militares pela prisão..
     Prisão
    – 
    Atailde
    Dias Cantanhede, conhecido por “Boi”, de 33 anos,  foi detido após a
    Polícia Militar em conjunto com a Polícia Civil iniciarem as diligências a fim
    de localizar o seqüestrador. “Por determinação do comandante geral, montamos
    diversas barreiras a fim de prender os criminosos. Assim que identificamos que
    o veículo era o mesmo da vitima, demos voz de prisão e logramos êxito”,
    explicou o comandante da 12ª C.I, major Glauber Silva.
    A dupla
    foi detida em uma estrada que liga Zé Doca à cidade de Pinheiro. Na ação,
    um adolescente também foi apreendido suspeito de cometer o ato infracional.
    Atailde Dias Cantanhede, conhecido por “Boi”, de 33 anos,  após ser preso,
    ele foi encaminhado a Superintendência Estadual de Investigações Criminais
    (Seic), onde foi lavrado o flagrante.
    Durante a
    ação foi apreendido um revolver calibre 38, que segundo os policiais, teria
    sido utilizado para manter a família refém.  A dupla foi encontrada com o
    veículo da vítima, um Gran Siena. A Polícia também confirmou que o carro foi
    utilizado na fuga dos criminosos. Atailde Dias permanece detido na
    Penitenciária de Pedrinhas à disposição da Justiça.
    Esteve
    presentes ainda o secretário adjunto de Inteligência e Assuntos Estratégicos,
    Laercio Costa; o comandante geral da Polícia Militar, coronel Franklin Pacheco;
    e ainda os militares que efetuaram  a prisão, os sargentos Henrique Silva
    e José Borralho; o cabo Deildon e os soldados Francisco Assis e Sergio
    Medeiros.

    0 Comentários

    Deixe o seu comentário!