Logo
  • Sem “papas” na língua o vereador Guto (PV) detona mais uma vez

    O vereador Guto (PV),
    vem, desde o inicio do ano tecendo duras criticas à própria Casa Legislativa a
    qual faz parte, em especial à mesa diretora. Nos últimos dias o vereador teceu
    criticas ao legislativo municipal em sua rede social e na tribuna da casa, fato
    este que incomodou os demais edis. 
    Na manhã de ontem (03),
    praticamente todos os vereadores que fizeram uso da tribuna, criticaram a
    postura de edis que  criticam os
    trabalhos dos vereadores, a Câmara dos vereadores, alguns justificando seus
    atos, sua competência, sua postura etc, nenhum dos edis citou o nome do
    vereador Guto, talvez por saber que o mesmo “não tem papas na língua” e “não
    guarda almoço pra janta”. 
    Ao final da sessão, o
    vereador Guto, fez uso da palavra explodiu verdadeiras “mijadas” a seus pares. “É
    muito bonito o pronunciamento de vocês, tudo muito bonitinho, porém, trabalho
    que é bom, resultado, objetivo, nada!”; “aqui eu vejo vereadores zangados por
    eu estar criticando esta casa, dizendo que estou difamando os vereadores, estou
    denegrindo a imagem da casa, mas lembro – me que dias atrás, o vereador Lucas
    do Beiradão convidou o vereador Valter pra resolver lá fora, “no murro”, depois
    o vereador Elizeu fez o mesmo com o vereador Gaguinho, ai o vereador Elizeu
    também explodiu e bateu boca com os funcionários da casa, é essa a imagem que vocês
    querem preservar?”; presenciei também, dois vereadores na mesa diretora,
    defecaram em todos aqui” (se referindo ao dia que a ilustre presidente e o determinado
    vereador, pronunciaram diversas “MERDAS” em seus discursos).

    “Eu me sinto envergonhado
    em ver, em cada esquina desta cidade, pessoas dizendo que a câmara de Pinheiro
    é inoperante, incompetente, me envergonho em ver ex-vereadores e funcionários
    de mais de 20 anos de casa dizer que é a pior legislatura de todos os tempos”. 

    Entristece-me o fato de
    vereadores justificarem essas criticas simplesmente dizendo que é uma pessoa
    pública e que tem que está sujeito a isso, eu, como pinheirense, como uma
    pessoa que vem de uma família respeitável desta cidade, uma pessoa de boa
    índole, não admito me taxarem de qualquer tipo de coisa simplesmente pelo fato
    de ser uma pessoa publica, eu tenho um nome a zelar, ninguém desta cidade nem
    de lugar nenhum tem algo a dizer que desabone minha conduta, essa vai ser a
    minha postura, mesmo que fique eu contra 14 vereadores nesta casa”. 
    O engraçado é que a
    sessão estava uma verdadeira balbúrdia, um fala-fala, um entra e sai terrível,
    mas todos, oposição e situação ouviram quietos os “puxões de orelha” do jovem
    vereador.

    0 Comentários

    Deixe o seu comentário!