Logo
  • Seminário de gestão financeira e cooperativismo de Pinheiro reúne mais de 400 participantes

    auditório do centro cultural José Sarney ficou lotado de pessoas em busca de conhecimento sobre o universo do cooperativismo

    Em uma realização do Sebrae Maranhão, por meio da unidade regional de Pinheiro, em conjunto com a Organização das Cooperativas Brasileiras no Maranhão (OCB/MA), a Associação Comercial e Industrial de Pinheiro (ACIP) e com o apoio do Serviço Nacional de Aprendizagem do Cooperativismo (SESCOOP-MA), da Associação Independente pelo Desenvolvimento de Pinheiro (ASINDESP) e da Federação das Cooperativas do Nordeste (FECOOP/NE), cidade de Pinheiro recebeu no último dia 27, o primeiro Seminário Regional de Gestão Financeira e Cooperativismo de Pinheiro.

    O objetivo do evento foi debater a importância da implantação de uma agência de cooperativismo no município, que deverá atender toda a região da Baixada e do Litoral Ocidental Maranhense.

    Mais de 400 empreendedores, lideranças comunitárias, representantes de entidades associativistas e do poder público municipal, além de estudantes e potenciais empreendedores participaram do evento, lotando o auditório do Centro Cultural José Sarney em busca de conhecimento sobre o universo do cooperativismo.

    Para o diretor superintendente do Sebrae Maranhão, João Martins, a participação expressiva do público atesta que a estratégia adotada pela instituição em promover o cooperativismo está em sintonia com os anseios dos empreendedores do estado.

    “Estamos felizes porque iniciamos aqui uma nova história de cooperativismo de crédito no Maranhão. Já temos quatro experiências no estado, todas exitosas, espalhadas pelos quatro cantos do estado e queremos começar outro episódio desta história de sucesso hoje. Estamos fazendo esforços para criar um ambiente propício para o desenvolvimento dos pequenos negócios aqui nesta região do Maranhão e a inclusão no sistema bancário é uma peça chave neste processo”, afirmou Martins.

    O Sebrae Maranhão tem trabalhado em incentivo ao cooperativismo por enxergá-lo como uma importante ferramenta de desenvolvimento. Prova disso é o projeto Desenvolvimento do Cooperativismo Financeiro, em execução pela instituição e que atualmente desenvolve em todo estado ações integradas e estratégicas, com o objetivo de promover esta cultura na comunidade.

    “Acreditamos que com esse tipo de evento podemos criar um ambiente mais favorável para que os pequenos negócios locais possam se desenvolver, crescer e por consequência, atender melhor as demandas dos quase 200 mil maranhenses que vivem nestas duas microrregiões do estado”, pontuou Graça Fernandes, gerente regional do Sebrae em Pinheiro.

    A palestra de abertura do evento foi proferida pelo servidor do Banco Central do Brasil, João Evangelista Sousa Filho, membro do departamento de promoção da cidadania financeira da instituição. Na ocasião abordou sobre educação financeira e a importância da boa gestão das finanças pessoais e empresariais como forma de garantir segurança financeira.

    “As questões comportamentais são extremamente importante para a boa gestão das finanças pessoais, defendemos sempre que se faça um bom planejamento financeiro para que se possa tomar decisões de forma consciente, autônoma, pensada e nunca por impulso, e essa é a mensagem que trouxemos aqui hoje para as pessoas que desejam ingressar no universo do cooperativismo”, destacou Evangelista.

    Ainda como parte da programação técnica, o Seminário contou com palestras sobre o Sistema nacional de Cooperativismo, proferida pela OCB nacional e a apresentação das instituições cooperativas Sicoob e Sicred, que já manifestaram interesse em instalar suas unidades em Pinheiro.

    “Cabe a nós que acreditamos no cooperativismo como ferramenta de transformação, não apenas financeira, mas social, disseminar essa cultura em todo o estado do Maranhão. Temos absoluta convicção de que a população de Pinheiro e da região, que esteve presente no seminário saiu daqui entendendo muito mais sobre o assunto e isso faz com que o segmento cresça, sem dúvida”, disse Aureliana Rodrigues Luz, presidente da OCB no Maranhão.

    0 Comentários

    Deixe o seu comentário!