Logo
  • Servidores da Educação dos Municípios de Pres. Sarney e Perimirim paralisam suas Atividades

    Presidente Sarney
    Em
    Assembleia realizada, no último dia 23, pelo Sindicato dos Educadores do
    Município de Pres. Sarney (Simprosemps), os trabalhadores aprovaram por unanimidade
    a adesão à greve Municipal dos educadores por tempo indeterminado.
    A
    mobilização, luta pelo cumprimento da lei do Piso Salarial Nacional na rede
    municipal e a não apresentação de propostas e negociação. Como primeiro
    manifesto os grevista, saíram em caminhada pelas principais ruas do Município
    de Pres. Sarney, conduzindo uma extensa faixa preta em sinal de Luto, contra a
    desvalorização crescente da categoria. 
    Além
    de não pagar o piso salarial de R$ 1.567,00 (1º nível, classe A, de formação
    média), a prefeitura também não cumpre a destinação de 33,3% = 1/3 (um terço)
    da jornada de trabalho para atividades extraclasse.

    o Município diz que não existe motivos para a greve por que o piso salarial
    nacional dos professores é R$ 1.567,00 (40 horas). Em Presidente Sarney 20
    horas já pra abril será de :
    Nível I R$ 901,02 + quinquênio;
    Nível II R$ 1.089,63 + quinquênio;
    Nível III R$ 1.297,80 + quinquênio.
    mais o reajuste retroativo a janeiro….maio será pago
    1/3 de ferias e em junho o reajuste retroativo a fevereiro e março.
    Perimirim
    Dezenas
    de professores e funcionários municipais de Peri Mirim realizaram uma
    manifestação na manhã desta
    Sexta-feira (26/04) pelas principais ruas da cidade. O objetivo da mobilização
    foi reivindicar junto ao governo municipal o cumprimento de vários direitos dos
    servidores em especial os serventuários da educação, que, de acordo, com o
    sindicado não vêm sendo realizado.

    Procurado pela reportagem do Programa Tá Na Mídia
    da Rádio Cultura o prefeito João Felipe, falou que a manifestação é totalmente
    desnecessária, haja vista que, o canal de negociações com o sindicato está em
    aberto, o gestor municipal também, citou que as solicitações estão em análise,
    e que inclusive, atendeu algumas das reivindicações dos serventuários.

    CONFIRA OS PRINCIPAIS ITENS DA PAUTA DE
    REIVINDICAÇÕES:

    Gratificação por exercício de magistério – GAM

    Ratificação da complementação da união entre os
    servidores municipais da educação

    Fim dos descontos salariais de forma injustificada

    Respeito por parte do Governo Municipal ao
    Sindicato.

    (Do
    face de José Campos)

    0 Comentários

    Deixe o seu comentário!