Logo
  • Noticias

    Em Pinheiro, ações do Governo aceleram diagnóstico e cirurgia de catarata e pterígio

    Visão embaçada, dor, lacrimejamento, ardência nos olhos. Promover tratamento especializado da visão para quem sofre com esses incômodos causados pela catarata e pterígio faz parte das ações de desenvolvidas pelo Governo do Maranhão no estado. Com o mutirão oftalmológico realizado no Hospital Regional da Baixada Maranhense Dr. Jackson Lago, em Pinheiro, entre 8 e 10 de junho, foram atendidos 297 pacientes regulados pelos 42 municípios da área de abrangência da unidade.

    O Governo do Maranhão, por meio da Secretaria de Estado da Saúde (SES), interiorizou e expandiu, desde 2015, o atendimento da população com a inauguração de seis novos hospitais regionais e macrorregionais. Em Pinheiro, o Hospital Regional da Baixada Maranhense Dr. Jackson Lago, gerenciado pelo Instituto Acqua, representa um dos maiores ganhos da população na área da saúde.

    Maria Beny Almeida, moradora da cidade de Santa Helena, comemorou a oportunidade de realizar a cirurgia de catarata sem precisar se deslocar para São Luís. “Se eu não fizesse aqui, teria de viajar com toda essa dificuldade para enxergar e com uma despesa muito maior. Não vejo quase nada do lado esquerdo e sair para outro lugar é um grande sacrifício. Estou muito satisfeita por realizar a cirurgia perto da minha casa e tão rápido”, destacou a dona de casa minutos antes de entrar no centro cirúrgico.

    Aos 77 anos, Raimunda Saraiva, de Palmeirândia, fez cirurgia de um olho no mutirão anterior e pôde realizar o procedimento no outro olho nesta nova oportunidade. “Sempre fui muito bem atendida aqui no hospital desde a primeira cirurgia e, como não é preciso ir para São Luís, fica mais fácil ter um bom acompanhante. Agora vou me livrar por completo da dor e ardor na vista”, afirmou.

    A diretora-administrativa do Hospital Regional da Baixada Maranhense Dr. Jackson Lago, Margarida Mendes, destacou a importância do mutirão. “Atender todas essas localidades é um alívio e grande benefício para a população. Como o planejamento deste mutirão foi feito com bastante antecedência, otimizamos o trabalho das equipes e aumentamos o número de profissionais envolvidos. Materiais e medicamentos foram organizados em tempo hábil, o que reflete na qualidade e rapidez no atendimento”, explicou.

    A catarata ocular é uma doença em que o cristalino – a lente natural dos olhos – perde sua transparência e começa a ficar opaco. Ela pode causar perda parcial ou total da visão (cegueira), além de deixar a visão turva ou embaçada, diminuir a visão noturna e causar fotofobia (hipersensibilidade à luz).

    Maria do Carmo Ramos, residente em Pinheiro, realizou cirurgia para retirada de pterígio e destacou os cuidados da unidade com os pacientes. “O atendimento é ótimo e desejava muito que chegasse essa oportunidade. Aqui está tudo muito bom e só tenho a agradecer a este hospital”, ressaltou.

    O pterígio é uma membrana composta por tecido fibroso e vasos sanguíneos que crescem no canto dos olhos, geralmente próximo ao nariz, e partem em direção à córnea. Se não tratada, a doença pode causar astigmatismo, vermelhidão e sensação de areia nos olhos.

    Benefícios do mutirão

    O mutirão oftalmológico é realizado com uma grande mobilização, tanto das equipes do Hospital Regional da Baixada Maranhense Dr. Jackson Lago quanto dos órgãos de saúde dos municípios atendidos. Os pacientes são devidamente regulados. A partir daí, são examinados em ambulatório, onde é definido se há necessidade de intervenção cirúrgica, que pode ser realizada no mesmo dia.

    Prefeitura de Viana vai gastar mais de R$ 1 milhão em peças para carros

    A Prefeitura de Viana na Baixada Maranhense vai gastar cifras milionárias com a aquisição de peças de reposição para os veículos da frota municipal.

    A empresa responsável pelo fornecimento dos produtos é a FALB AUTO PEÇAS Ltda, que tem como nome fantasia Baiano Auto Peças, e fica localizada em São Luís.

    O valor contratual foi orçado em R$ 1.162.315,88 (um milhão, cento e sessenta e dois mil, trezentos e quinze reais e oitenta e oito centavos).

    O contrato tem vigência até 31 de dezembro de 2018 e contrato foi assinado no último dia 10 pelo prefeito Magrado Aroucha Barros e o representante legal da empresa.

    É o segundo contrato milionário firmado entre a prefeitura de Viana e a Empresa FALB AUTO PEÇAS “Baiano Auto Peças”. No ano passado o valor contratual foi orçado em R$ 1.137.141,32 ( hum milhão, cento e trinta e sete mil, cento e quarenta e um reais e trinta e dois centavos).

    Deputado Cabo Campos participa do XVIII Encontro Regional da Baixada, em Penalva

    O deputado estadual Cabo Campos (PEN) participou nesse fim de semana do XVIII Encontro Regional da Baixada, em Penalva. O evento foi promovido pelo grupo Alcoólicos Anônimos (AA) da Área 16, que integra o Distrito Vida e Saúde de Pinheiro.

    Segundo o parlamentar, o encontro teve o objetivo de traçar estratégias de combate ao alcoolismo no Maranhão, além de alinhar as ações do AA e fazer um balanço da atuação da irmandade no estado e no país.

    Campos ressaltou a importância da discussão sobre a problemática do álcool, uma vez que o uso excessivo da droga pode representar riscos à convivência familiar, além de comprometer a saúde e a segurança pública de modo geral.

    “O Legislativo deve se aproximar cada vez mais das discussões sobre o alcoolismo porque a temática tem um viés social importantíssimo. Aqui nós estamos falando de um problema que leva sofrimento a muitas famílias do nosso estado”, destacou.

    O parlamentar acrescentou que o álcool é tão prejudicial à saúde quanto as drogas ilícitas, visto que pode desencadear várias doenças. “O álcool ajuda a desenvolver doenças como o câncer, cirrose hepática, arritmia, entre outras”, completou.

    Quanto à segurança, Campos informou que mais de 90% das ocorrências que chegam hoje ao Centro Integrado de Operações de Segurança (Ciops) estão relacionadas ao consumo de drogas lícitas e ilícitas.

    “Das ocorrências que chegam ao Ciops, 92% estão relacionadas ao consumo de drogas ilícitas ou não. E o álcool, por sua vez, corresponde a uma parcela expressiva desse percentual, pois é porta de entrada para as demais”, explicou.

    O psicólogo Ítalo Jota, um dos palestrantes do evento, atribuiu a inflação no número de usuários ao não cumprimento da lei e enfatizou o papel dos profissionais da saúde na recuperação dos maranhenses acometidos pela doença.

    “O álcool tem fácil acesso a todas as áreas e todas as idades. Apesar da lei propagar que só a partir dos 18 anos, sabe-se que no Brasil isso não é uma realidade. Por isso, justifica-se o papel do psicólogo na recuperação do dependente”, defendeu.

    O XVIII Encontro Regional da Baixada contou ainda com a participação da sociedade civil penalvense; de membros da irmandade; da representante do Centro de Atenção Psicossocial (CAPS), Dr. Rutilene; e do coordenador do Seminário Nordeste, Jorge Maia.

    Ao fim do evento, o deputado Cabo Campos reiterou o apoio da Comissão de Segurança do Legislativo às atividades do AA, frisando a importância do assistencialismo prestado pela irmandade aos maranhenses que sofrem com a dependência alcoólica.