Logo
  • TRE-MA pede que eleitor ajude na realização de uma eleição tranquila

    Nesta reta final
    para a realização das Eleições 2012, o Tribunal Regional Eleitoral do Maranhão,
    durante coletiva de imprensa realizada nesta quarta-feira (3), pediu que os
    eleitores ajudem-no para que o processo ocorra nos 217 municípios da forma mais
    tranquila possível, o que garante o exercício do voto livre.
    No auditório do 5º
    andar do prédio-anexo à sede do TRE, os desembargadores Anildes Cruz
    (presidente), Bernardo Rodrigues (vice-presidente, corregedor e ouvidor) e Froz
    Sobrinho (responsável pela Segurança), acompanhados de toda a cúpula da
    segurança pública, além de ressaltar a importância de cada eleitor contribuir,
    evitando os confrontos, relataram os cuidados que o órgão tem tomado para que o
    pleito ocorra com normalidade.
    “Estamos reunidos
    aqui para demonstrar que temos um só objetivo: o de realizarmos no próximo
    domingo, dia 7, uma eleição tranquila”, explicou a presidente. “Pedimos que o
    eleitor faça sua parte, contribua como cidadão, para que nenhum crime eleitoral
    seja cometido e nenhuma força de segurança precise ser empregada”, complementou
    o desembargador Bernardo Rodrigues.
    Responsável pelo
    esquema de segurança montado para as Eleições 2012, o desembargador Froz
    Sobrinho comunicou que, além de Imperatriz, Balsas e Presidente Dutra, São Luís
    terá uma central de operações. “Através dos telefones da Ouvidoria do TRE (2107
    8923 / 8924 / 8925 / 0800 098 5000) e do 190 da Polícia Militar, a população
    pode nos informar dos acontecimentos em suas cidades para tomarmos as
    providências cabíveis”, disse.  
    REFORÇO

    O Exército
    Brasileiro está autorizado pelo Tribunal Superior Eleitoral a enviar forças
    federais para 27 municípios do Maranhão. Foram destacados 650 militares para a
    operação. Os municípios contemplados são: São Mateus, Benedito Leite, Bom
    Lugar, Santa Luzia do Tide, Santa Luzia do Paruá, Nova Olinda, Buriticupu, Bom
    Jesus das Selvas, Maracaçumé, Presidente Sarney, Barra do Corda, Fernando
    Falcão, Carolina, Chapadinha, Mata Roma, Godofredo Viana, Codó, Santa Inês,
    Bela Vista, Monção, Igarapé do Meio, São Vicente Férrer, Cajapió, Cajari,
    Grajaú, Formosa da Serra Negra e Itaipava do Grajaú.
    Pela Polícia Civil
    irão atuar cerca de 1 mil e 600 homens, que já começaram a se deslocar para os
    locais onde trabalharão. Na região metropolitana, são 13 plantões: 5 na capital
    e 8 espalhados por Ribamar, Raposa e Paço do Lumiar. Pela Polícia Militar, são
    3 mil 910 policiais, divididos em 26 rotas. Do Corpo de Bombeiros são 380
    homens, atuando na capital.
    Da Polícia
    Federal, receberão reforço as cidades de Buriticupu, Santa Luzia do Paruá,
    Tuntum, Icatu, Candido Mendes, São Bento, Chapadinha, Grajaú, Imperatriz,
    Coelho Neto, Codó, Timon, São Luís, Raposa, Paço do Lumiar e São José de
    Ribamar.

    Além do secretário estadual Aluisio Mendes (Segurança), participaram da
    coletiva o coronel Flávio Peregrino (comandante do 24º BC), o coronel Franklin
    Pacheco (comandante-geral da Polícia Militar), o delegado Rodrigo Correa
    (Polícia Federal), a delegada-geral Maria Cristina Resende (Polícia Civil), o
    coronel Marcos Sousa Paiva (comandante-geral do Corpo de Bombeiros) e o
    inspetor Licar (Polícia Rodoviária Federal).   

    0 Comentários

    Deixe o seu comentário!