Logo
  • UFMA anuncia a implantação do curso de História Bacharelado em Alcântara

    O anúncio foi feito pala reitora Nair Portela na última quinta-feira (11) em Alcântara, após assinatura do termo de doação de dois prédios históricos por parte da prefeitura local

    UFMAALCÂNTARA – A Universidade Federal do Maranhão anunciou nesta quinta-feira, 11, a implantação do curso de História Bacharelado na cidade de Alcântara. O anúncio foi feito pala reitora Nair Portela após a assinatura do termo de doação de dois prédios históricos por parte da prefeitura do município. Os dois prédios vão abrigar o curso de História Bacharelado, que estará vinculado ao Centro de Ciências Humanas, Naturais, Saúde e Tecnologia – Campus Pinheiro.

    Para a reitora Nair Portela, a conquista do povo alcantarense é muito grande. “Tenho certeza que cada um de vocês que está aqui luta porque quer ver essa cidade crescer. Percebemos nesta doação uma expectativa, uma esperança em uma instituição séria e responsável que completará, em outubro, cinquenta anos de existência”, afirmou.

    O prefeito de Alcântara, Domingos Araken, destacou a importância da Universidade para a comunidade quilombola do município. “A UFMA é uma instituição nacional de referência e queremos aproveitar o conhecimento de seus professores. O Brasil tem uma grande dívida social com os povos quilombolas, que têm uma concentração de mais de 180 comunidades aqui em Alcântara. Ver a Universidade chegar aqui é uma satisfação enorme para nós”, ressaltou.

    De acordo com o diretor do Centro de Ciências Humanas, Naturais, Saúde e Tecnologia – Campus Pinheiro, Rickley Marques, chegou o momento de fazer um retorno à contribuição que a cidade de Alcântara tem dado para a história e cultura brasileira. “Alcântara tem contribuído muito com o Maranhão e com o Brasil, portanto, chegou a hora da UFMA dar a sua contribuição para a cidade. Temos muita confiança no trabalho dessa equipe de professores que estão aumentando sua carga horária porque desejam participar ativamente da formação dos jovens no município de Alcântara”, contou.

    Um dos líderes do “Movimento Queremos UFMA em Alcântara”, Aroldo Junior, acredita que isso é um avanço muito grande para toda a comunidade, que são poucas as cidades que têm a oportunidade de ter um polo da UFMA. “Ter um polo da UFMA num município, independente da quantidade de cursos que vai iniciar, já é algo que com certeza vai trazer um benefício muito grande para jovens e para os adultos que vão ter oportunidade de uma graduação e que futuramente vão entrar no mercado de trabalho e contribuir com a cidade”, enfatizou.

    0 Comentários

    Deixe o seu comentário!