Logo
  • UFMA: Campus de Pinheiro recepciona a primeira turma de Educação Física

    PINHEIRO – A primeira turma de
    licenciatura em Educação Física da Universidade Federal do Maranhão, Campus
    Pinheiro, foi recepcionada nesta segunda-feira (16), pelo reitor Natalino
    Salgado, pró-reitores, diretores de Centros, professores, coordenadores do DCE
    e do centro acadêmico do curso. A solenidade contou também com as presenças do
    prefeito do município, Filuca Mendes, e do secretário de estado do esporte,
    Márcio Jardim, que fez uma apresentação sobre o sistema nacional de esporte.
    São quarenta novos estudantes aprovados, no primeiro semestre de 2015, pelo
    Sistema de Seleção Unificado (SiSU).
    A chegada do curso de Educação Física
    na baixada maranhense é um sonho antigo. Segundo o prefeito de Pinheiro, Filuca
    Mendes, diferente dos cursos de Medicina e Enfermagem, 90% dos aprovados são
    “filhos da região”, o que, para ele, é uma grande satisfação por ter a certeza
    que, ao concluírem a graduação, permanecerão na baixada servindo à população.
    Rosane Constâncio, 18 anos, sempre
    teve vontade de ser professora. “Escolhi fazer licenciatura, porque quero ser
    professora de educação física. Depois que ouvi os discursos fiquei mais
    esperançosa. Se não tivesse aqui – o curso – não teria a oportunidade de
    concretizar esse desejo”, disse.
    Michael Jeferson Pinheiro, 30 anos,
    revela que já tem um projeto voltado para o jiu-jitsu e o curso vem para somar
    conhecimentos. “Já atuo como professor de artes marciais, e, para mim, o curso
    vai me auxiliar a transformar o conhecimento adquirido em ações que sejam
    voltadas para a sociedade e contribuir com meus projetos e qualidade de vida
    desta comunidade”, afirma.
     
    O prefeito de Pinheiro, Filuca
    Mendes, agradeceu ao reitor Natalino Salgado e disse acreditar que a baixada
    maranhense vive um novo momento de expansão e crescimento. “Sei que daqui
    sairão excelentes profissionais, já que o curso está bem estruturado”,
    profetizou, adiantando que a prefeitura vai construir um campo de futebol para
    auxiliar a dinâmica e atividades do curso.
    O paraense Lucas Silva, 17 anos,
    natural de Belém, era mais um dos jovens pioneiros do curso de Educação Física
    a mostrar entusiasmo. “Escolhi Pinheiro, não só por ser perto de Belém, mas por
    acreditar no potencial que a cidade possui”, afirmou.
    Segundo Natalino Salgado, o curso já
    começa com uma nova grade e política pedagógica, o que o tornará referência
    para muitos outros. “A Universidade cumpre com o seu papel. O curso aqui já
    começa bem estruturado, com professores qualificados e com uma vasta
    experiência profissional. Irei propor ao conselho universitário a transformação
    do Campus de Pinheiro no terceiro centro de ensino da UFMA no continente. A
    parceria com a prefeitura é fundamental para alavancar o desenvolvimento do
    curso, já que amplia o leque de oportunidades, sem falar da importância que a
    profissão de educador físico tem para a sociedade”, destaca.
    Márcio Jardim, secretário de estado
    de esporte e lazer, lembrou de sua história como estudante universitário da
    UFMA, da qual diz sentir  grande orgulho. “Poder, agora como secretário,
    incentivar a prática esportiva e, com isso, melhorar a qualidade de vida da
    população da baixada maranhense me deixa muito feliz”, testemunha.
    Saiba +
    A diferença entre o curso de
    Licenciatura em Educação Física, que já existia em São Luís e passa a ser
    oferecido em Pinheiro, e o curso de Bacharelado, nova opção em São Luís, é bem
    simples. O profissional graduado em licenciatura está apto a atuar somente em
    salas de aula, enquanto o bacharelado atua mais na prática, como em academias.
    Portanto, é importante frisar esta diferença para que o estudante, em Educação
    Física, faça uma boa escolha e saiba o que deseja seguir.
    A grade difere de uma para outra. Caso o
    estudante já seja graduado em Licenciatura e deseja atuar em academias ou áreas
    equivalentes, é necessário fazer uma nova graduação, ou seja, o Bacharelado em
    Educação Física ou, do contrário, o profissional estaria infringindo uma lei
    trabalhista, ou seja, atuando em uma área que não é a sua de formação.

    0 Comentários

    Deixe o seu comentário!