Logo
  • UFMA: Pesquisadores do Campus de Pinheiro discutem viabilidade de projeto de extensão

    A intenção é
    firmar parceria para formar um projeto de extensão que visa o cultivo de ostra
    na cidade de Guimarães
    PINHEIRO – Professores do curso de
    Licenciatura em Ciências Naturais do Campus de Pinheiro e o Grupo de Estudos
    das Zonas Úmidas da Baixada Maranhense (GEZBM), se reuniram no dia 20 de
    fevereiro com a coordenadora de apoio a Agricultura da Secretaria de Pesca e
    Agricultura do Estado do Maranhão, Isabela Moreira, com o intuito de firmar
    parceria para a criação e desenvolvimento, conforme edital do Banco da
    Amazônia, de um projeto de extensão voltado ao cultivo de ostra na cidade de
    Guimarães.
    Essa parceria é de grande interesse
    para a Universidade Federal do Maranhão visto a possibilidade de desenvolver ao
    mesmo tempo a pesquisa e a extensão, dimensões que balizam o papel
    sócio-educacional da Instituição e contribui para o desenvolvimento da região
    por meio da produção de conhecimentos e a formação de recursos humanos a partir
    do viés da sustentabilidade. “Esse projeto para o grupo de Estudos das Zonas
    Úmidas da Baixada Maranhense é bastante oportuno, pois desperta o olhar crítico
    e investigativo do ambiente com possibilidades de produção de artigos e
    relatórios científicos e se coaduna com os objetivos do grupo”, afirma o
    professor Roberto Ramos.
    O GEZBM é formado pelos professores
    Roberto Ramos, Hilton Louzeiro, que é coordenador do Laboratório de Análise de Água,
    e Suzanna Sousa, do curso de Licenciatura em Ciências Naturais do Campus de
    Pinheiro.
    O projeto que é financiado pela
    Fundação de Amparo à Pesquisa e ao Desenvolvimento Científico e Tecnológico do
    Maranhão (Fapema) e visa montar e equipar o laboratório de análise
    físico-química e biológica de água que irá contribuir para o monitoramento
    ambiental do cultivo de ostra. A viabilidade do projeto está sendo estudado de
    acordo com os critérios de seleção pública de pesquisa científica e tecnologia
    presentes no edital do Banco da Amazônia.

    0 Comentários

    Deixe o seu comentário!