Logo
  • Vereadores que atrasam Pinheiro se atrasaram no Ferry e deram chilique na Ponta de Espera

    Vereadores coniventes com caos administrativos que se instalou em Pinheiro, tendo participação direta no atraso da maior cidade da Baixada maranhense, deram chilique no terminal ponta da espera, em São Luis.

    Os edis são os mesmo que votaram pelo arquivamento do pedido de afastamento do prefeito de Pinheiro, Luciano Genésio, dando ao prefeito o aval da impunidade e  mão de ferro para castigar a sofrida população pinheirense.

    Depois de quase dois anos a frente do executivo municipal, a gestão Luciano Genésio, fechou o Restaurante Popular da cidade que atendia 350 refeições diárias pelo preço simbólico de R$ 2.00, o Restaurante está fechado há mais de um ano. Genésio também acabou com o avanço na educação como o processo de climatização das escolas que voltaram para os arcaicos ventiladores. O shopping do Povão no Centro de Pinheiro, também foi fechado pela gestão Genésio e os lojistas expulsos de seus locais de trabalho. O abandono da APA, o fechamento de postos de Saúde, estradas vicinais intrafegáveis, falta de merenda e transporte escolar, são alguns malefícios causados pela gestão Genésio a população pinheirense com a conivência dos referidos vereadores.

    Os mesmo vereadores que atrasam Pinheiro, também queriam atrasar a viagem do Ferry Boat que tem horário estabelecido.  Além de atrasados ainda tentaram se passar por vereadores do (PCdoB) para mandar recado para o governador Flávio Dino.

    Os revedores que aparecem no vídeo são: Alessandro Montenegro (PP), Lucas do Beiradão (PSDB), Paulinho Enfermeiro (PMN) e vereador que mandou o recado ao governador João Moraes (PSB).

    0 Comentários

    Deixe o seu comentário!