Logo
  • Em Cururupu, servidores que apoiam a Prefeita Rosinha afirmam que eleitores querem seu lugar

    Uma sena inusitada para dizer o mínimo, chamou atenção dos eleitores e tomou as redes sociais na tarde deste domingo (18), no município de Cururupu, cidade de 32 mil habitantes, localizada na região do Litoral Ocidental do Maranhão, a acerta de 230km da capital São Luís. Era para ser apenas uma passeata da candidata que luta pela reeleição, mais o que chamou mesmo atenção das pessoas que acompanhavam a passeata, em especial aquelas que estavam nas ruas para ver a candidata passar, foi uma dezena de cartazes empunhadas por funcionários do município onde a frase dizia o seguinte: “#SOU CONTRATADO E VOCÊ QUER MEU LUGAR!”.

    Em Cururupu, servidores que apoiam a prefeita Rosinha afirmam que eleitores querem seu lugar

    Os cartazes logo rodou as redes sociais e chamou atenção das pessoas, algo no mínimo inusitado, afinal, as pessoas que ali estavam no mínimo seriam apoiadores da prefeita, e por qual motivo estavam interessados em ficar no lugar dos servidores conforme dizia os cartazes, para alguns foi uma tentativa de alfinetar os adversários, para outros, uma ação desesperada e sem qualquer propósito por parte da campanha da candidata, que ao lançar a tal hashtag, não só ofendeu os mais de 25 mil eleitores da cidade, como todos aqueles que estavam acompanhando a passeata.

    “Eu sinceramente nunca tinha visto algo desse tipo em uma campanha em Cururupu, na verdade eu nem consigo imaginar qual foi o objetivo desses cartazes, será se a prefeita e seus contratados acham que todos os eleitores estão aqui apenas em busca de um emprego, sinceramente, eu até estava pensando em votar nela, mais depois dessa, Deus me livre, eu me sentir constrangida com esse cartazes, e acho que a maioria das pessoas que ali estavam sentiram a mesma coisa”, disse uma pessoa que pediu para não divulgar o seu nome.

    “Gente não sei quem é esse marqueteiro, mais uma coisa tenho certeza, se o objetivo era passar vergonha, eles com certeza conseguiram, imagina submeter uma pessoa contratada a esse constrangimento, eu tenho amigos que são contratados e que não aceitaram usar esse cartazes, só espero que não sejam demitidos, porque alguns colegas que são contratados e declararam apoio a opositores da prefeita foram todos exonerados”, desabafou uma outra pessoa que estava na passeata.

    Em Cururupu não se fala em outra coisa, a passeata ficou em segundo plano, além de ser anunciada como a maior da história, o que não é verdade, já que o número de pessoas foi muito abaixo do esperado, embora segundo fontes, a coordenação da campanha tenha disponibilizado transporte para diversas localidades, e ainda teria trazido pessoas de outros municípios.

    Rosinha que luta pela reeleição enfrenta um dos maiores índices de rejeição para um gestor na região. Sem nenhuma realização importante em quase quatro ano de gestão, sem cumprir as promessas de 2016, a prefeita terá muita dificuldade para se reeleger, até o atual vice-prefeito, assim como ex-secretários e lideranças importantes deixaram a prefeita, que tenta colar nos ex-prefeitos Zé Amado e Wilson Carvalho para tentar reverter os altos índices de rejeição, mais ao que tudo indica, sua tarefa não será fácil, os candidatos de oposição estão muito bem posicionados, e a chance de vencerem são reais.

    Vamos acompanhar os próximos capítulos dessa estratégica dos marqueteiros da candidata, ao que tudo indica terão que se reinventar, pois os eleitores de Cururupu não aprovaram a provocação, já as redes sociais adoraram, foi um prato cheio para aguçar a mentes dos internautas que não perdoam um vacilo de quem pensa que está arrasando.

    Do Maranhão de Verdade

    0 Comentários

    Deixe o seu comentário!