Logo
  • A incômoda candidatura de Luis Fernando

    É
    verdade que coerência não é um ponto forte da Oposição no Maranhão, mas é de
    impressionar a força que a Oposição, e blogs alinhados a ela, fazem diariamente
    para inventarem que o secretário de Infraestrutura do Maranhão, Luis Fernando
    Silva, não é mais candidato a governador nas eleições deste ano.
    A
    Oposição e seus blogs já espalharam que a candidatura de Luis Fernando foi
    trocada pela do ministro de Minas e Energia, Edison Lobão, já criaram uma
    candidatura do secretário da Casa Civil, João Abreu, do senador João Alberto e
    agora, o mais novo factoide, é que o candidato será o presidente da Assembleia,
    Arnaldo Melo, e não mais Luis Fernando.
    Se
    a candidatura de Luis Fernando é tão insossa, não decola de jeito nenhum,
    apelidada até de picolé de chuchu, como a Oposição e seus blogs afirmam, qual
    seria o motivo de querer minar uma candidatura fraquinha assim? Afinal seria
    mais fácil enfrentar um candidato insosso e que não decola, do que um espocador
    de urnas.
    O
    problema é que a candidatura de Luis Fernando cresceu acima do que era esperado
    e eles tiram como base as eleições de 2002, onde José Reinaldo Tavares no mesmo
    período tinha pouco mais de 5%, mas mesmo assim se tornou governador.
    O
    curioso é que as críticas feitas pela Oposição e seus blogs jamais são
    direcionadas ao gestor Luis Fernando, ninguém consegue debater o modelo de
    gestão praticada por ele em São José de Ribamar, afinal até os oposicionistas
    reconhecem o excelente gestor que é Luis Fernando. De mãos atadas, resta a eles
    a criação de factoides e ataque ao grupo político que está inserido Luis
    Fernando.
    O
    maior medo dos oposicionistas, como este Blog já disse, além da força dos Leões
    é a comparação básica e natural da teoria x prática (reveja),
    afinal ninguém gosta muito de trocar o certo pelo duvidoso.

    0 Comentários

    Deixe o seu comentário!