Logo

Alô MP! Para onde foi mais de meio milhão de material esportivo comprado pelo prefeito de Pinheiro que acabou os jogos escolares depois de 28 anos?

Depois de 28 anos, a prefeitura municipal de Pinheiro, deixou de realizar os Jogos Escolares Pinheirenses (JEP’s), competição essa,  aguardada com grande expectativa pelos estudantes da sede e zona rural e sofreu baixa depois de quase 3 décadas.

Com a não realização dos jogos escolares na cidade de Pinheiro, chama a atenção os contratos milionários firmados entre o prefeito da cidade e três empresas para fornecimento de material esportivo. Somados os contratos ultrapassam meio milhão de reais.

A Empresa PARGA E FILHOS LTDA-ME com sede no bairro de Bequimão em São Luis,  firmou um contrato no valor de R$ 137.946,40 (cento e trinta e sete mil, novecentos e quarenta e seis reais e quarenta centavos) para fornecimento de material esportivo para prefeitura de Pinheiro. Os outros dois contratos, foram firmados com as Empresas S. D. MATERIAL ESPORTIVO LTDA-ME com sede na Vila Bacanga em São Luis, no valor de  R$ 235.485,50 (duzentos e trinta e cinco mil, quatrocentos e oitenta e cinco reais e cinquenta centavos) e a  Empresa TUKANNUS EMPREENDIMENTOS E COMERCIO LTDA com sede no bairro ilhinha em São Luis no valor de R$ 173.744,04 (cento e setenta e três mil, setecentos e quarenta e quatro reais e quatro centavos). Somados os três contratos, o valor total de material esportivo comprado pela prefeitura de pinheiro é de 547,175.94 (quinhentos e quarenta e sete mil, cento e setenta e cinco reais e noventa e quatro centavos). Mais de meio milhão de reais em material esportivo que nunca foi visto em Pinheiro.

Em entrevista a Nova TV Difisora de Pinheiro, o fundador dos jogos escolares na cidade, Gilmar Soares, garantiu que a competição será realizada sem o apoio da prefeitura municipal e contará com a participação apenas das escolas da sede do município.  Disse ainda Gilmar, que o Jogos Escolares Pinheirenses terá o apoio do deputado estadual, Othelino Neto, que fará a doação de troféus e medalhas.

Mais um caso para ser investigado pelo Ministério Público.

Abaixo a entrevista na integra do fundador do JEP’s, Gilmar Soares.

0 Comentários

Deixe o seu comentário!