Logo
  • Bancada Federal reage a atropelo de Flávio Dino

    bancada1A Bancada Federal do Maranhão reagiu ao “atropelo” do governador Flávio Dino que procurou o ministro dos Transportes do governo “golpista” e “ ilegítimo” de Michel Temer de maneira isolada, desprestigiando os deputados federais que são quem realmente tem lutado pela recuperação da BR-135, inclusive destinando as emendas de bancada.

    Pelo menos cinco dos dezoito deputados federais reagiram a atitude do governador Flávio Dino. O líder da Bancada Federal, André Fufuca, disse que foi uma atitude arrogante.

    “É postura arrogante de quem não tem nada a mostrar. A reforma das BRs e a duplicação é fruto do esforço da Bancada Federal, não dele”, afirmou.

    O deputado federal Aluisio Mendes também reclamou da postura do governador. “O governador Flávio Dino cometeu mais um erro. Já desgastado com a nova equipe que assumiu interinamente o governo, ele deveria buscar o apoio da bancada federal. Em razão da necessidade do governo Temer de aprovar medidas importantes na Câmara, os deputados devem ser os interlocutores do Maranhão junto ao novo governo. Os representantes do estado no Congresso Nacional não podem ser ignorados pelo governador”, salientou.

    Já o parlamentar Juscelino Filho disse que o melhor caminho é a união da classe política. “O melhor para o Maranhão é que as forças busquem uma agenda comum junto ao Governo Federal, sempre visando os interesses convergentes da população do nosso estado”, disse.

    O experiente e ex-coordenador da Bancada Federal, Pedro Fernandes, também reagiu a “grosseria” do governador. “Não custava nada convidar os deputados, afinal a bancada tem informações da obra, tem acordo para usar emenda impositiva. Temos que aprender que juntos somos mais fortes. A conclusão da obra tem que ser vitória da população e não de um ou de outro”, comentou.

    O deputado Victor Mendes classificou com um estilo autossuficiente de governar. “Já estou acostumado com o tratamento de indiferença praticado pelo governador em relação a Bancada Federal e a classe política como um todo. É um estilo autossuficiente de governar”, sacramentou.

    Com mais essa atitude, Flávio Dino segue demonstrando que deseja distância da classe política, inclusive da Bancada Federal, mas só que agora, pelo visto, as reações vão demonstrando que a recíproca está passando a ser verdadeira.

    Do jorge Aragão

    0 Comentários

    Deixe o seu comentário!