Logo
  • Base governista estará unida em uma eventual eleição indireta…

    Arnaldo e Luis Fernando: unidade
    É preciso que fiquem claras duas premissas em relação a
    uma eventual eleição indireta para governador na Assembleia Legislativa:
    1 – esta eleição só acontecerá se a governadora Roseana
    Sarney (PMDB) decidir renunciar ou se desincompatibilizar, até abril, para
    concorrer nas eleições de outubro;
    2 – se Roseana assim o fizer, significará que ela entrou
    em acordo com a própria base para a disputa interna na Assembleia.
    Portanto, é uma tolice achar que haverá crise entre os
    mais próximos de Roseana e os mais próximos do presidente da Assembleia,
    Arnaldo Melo (PMDB), pela condição de candidato indireto.
    Se o candidato for o próprio Arnaldo, é por que o grupo
    todo entendeu que ele tem as melhores condições de conduzir o governo,
    liberando Roseana para figurar como candidata.
    Se, por outro lado, o candidato na eleição indireta for
    Luis Fernando Silva (PMDB), é por que o grupo entendeu que, desta forma, ele
    ampliará suas chances em outubro, quando passará a disputar a reeleição.
    Se não houver entendimento, então Roseana nem sairá do
    governo.
    É simples assim…

    Do blog do Marco D’eça

    0 Comentários

    Deixe o seu comentário!