Logo
  • Bequimão realizou 1º Dia de Campo da Piscicultura da Baixada

    A prefeitura Municipal de Bequimão, através do Prefeito Zé
    Martins (PMDB), em parceria com o SEBRAE (Serviço Brasileiro de Apoio as Micro
    e Pequenas Empresas) e Associação de Piscicultores de Bequimão, realizaram
    neste sábado (31) no povoado Balandro no sítio da Piscicultora, Wanda Pereira,
    o Primeiro Dia de Campo da Piscicultura da região.
    Visando aumentar ainda mais a criação de peixes em cativeiros no
    município, a prefeitura de Bequimão e o Sebrae, reuniram autoridades
    municipais, dezenas de piscicultores, Estudantes que integram a Escola Técnica
    Rural de Bequimão e moradores de várias comunidades do município. Entre as autoridades
    estavam o prefeito de Bequimão, Zé Martins, a Gerente Regional do SEBRAE em
    Pinheiro, Rosa Amélia, o Presidente da Associação dos Piscicultores de
    Bequimão, Tonho Martins, o Secretário Municipal de Pesca, Nhô da Colônia, o
    Presidente do Sindicato dos Trabalhadores Rurais de Bequimão, Aguinaldo
    Rodrigues, o vice-prefeito de Bequimão, Pedro Acará, os vereadores Vetinho
    (PMDB) e Robson Cheira (PTN), os secretários Doutor do Barroso (Articulação),
    Cassiano Ferreira (Segurança), Dinha Pinheiro (Cultura e Igualdade Racial),
    Ricardo Lemos (Infraestrutura de Transporte), Ademar Costa (Comércio), o
    Presidente da Câmara Municipal, Jorge Filho (PP) e o vereador de Peri-Mirim,
    Jean Reis.
    Durante as Oficinas, os consultores técnicos do Sebrae,
    mostraram as vantagens da Piscicultura aos secretários municipais, vereadores,
    piscicultores e estudantes da Escola Técnica Rural, que atende os municípios de
    Bequimão, Peri Mirim e Alcântara.
    PROGRAMAÇÃO
    COM CONHECIMENTO
    A programação contou com palestras sobre gestão de negócio,
    manejo e qualidade na produção de peixes e exposição de tipos de tanques e
    alternativas para a criação e reprodução de peixes. Os consultores fizeram
    oficinas e montaram uma mostra de como produzir bem, sem degradar a natureza,
    com investimento bem menor e produção ainda maior. No final das oficinas, houve
    entrega de brindes e certificados aos participantes.
    Para o Gestor de Projetos de Desenvolvimento da Piscicultura na
    baixada maranhense, Raimundo Junior (Sebrae), esse tipo de evento, serve para
    qualificar e melhorar a produção de pescado na região.
    “É um projeto que trabalha o Associativismo, Planejamento
    Empresarial, Compras Institucionais (onde o produtor possa vender seus peixes
    na merenda escolar), aquisição de alimento pela Conab, aprimoramento da
    produção, boas práticas de comercialização do pescado (filé, e outros tipos de
    cortes do peixe). Com toda produção, a economia do município fica aquecida e
    gera renda e empregos”, destacou o gestor técnico.
    VISÃO
    DE PRODUÇÃO
    Já o presidente da Associação de Piscicultores do município de
    Bequimão, Antônio Martins, se mostrou satisfeito com as palestras e oficinas
    realizadas pelo Sebrae.
    “Bequimão já tem uma quantidade
    significativa de piscicultores e a produção de peixes vem aumentando a cada ano
    no município. Antes, a gente trabalhava errado, e não tínhamos resultados. Hoje
    com a orientação do Sebrae, nossos Associados estão conseguindo lucros e
    investindo ainda mais em seus criadouros. Hoje até o povoamento melhorou e os
    peixes passaram a crescer muito mais. estamos exportando mais ou menos 30
    toneladas por ano, levando em conta que a produção ainda não funciona o ano
    inteiro e só apenas a partir de dezembro até março. Temos 25 piscicultores
    associados e a tendência é aumentar
    ”, disse o
    presidente.
    O secretário municipal de pesca, Nhô da Colônia, destacou a
    importância de um projeto dessa grandeza para o município de Bequimão.
    “Não dar pra esconder o quanto um projeto dessa natureza
    engrandece e aquece a economia do município de Bequimão. Um exemplo grande é a
    compra para a merenda escolar e que facilita a vida da gestão municipal e
    principalmente dos produtores. Hoje com a safra de peixes em açudes, a
    concorrência da uma trégua e com isso o preço do pescado fica menor por muito
    tempo”, afirmou o secretário.
    A Gerente Regional do Sebrae em Pinheiro, Rosa Amélia, foi
    categórica em sua explanação durante a apresentação do Primeiro Dia de Campo
    realizado em Bequimão.
    Este
    Dia de Campo que está sendo realizado hoje (31) aqui nesta propriedade, vai
    disseminar a parte tecnológica para que o pequeno Piscicultor possa inovar não
    só a parte de manejo, mas também apreender novas técnicas, evitando talvez a
    escavação e fazendo a criação de peixes em tanques de lona. Além disso, os
    piscicultores criam oportunidades, gerando renda e contribuem para o
    desenvolvimento do município. A piscicultura faz parte de nossa região, é uma
    atividade econômica que devemos intensificar e ajudar a desenvolver, porque a
    região tem potencialidade, e já tem um nível organizacional básico, que a
    associação, e com as consultorias começa a evoluir, saindo do básico para o
    intermediário. E com o aumento dos associados e principalmente com a
    organização e união do projeto, facilita em tudo, até na compra conjunta
    ”, destacou a Gerente.
    Para o Superintendente do
    Sebrae, João Martins, as intervenções de empreendedorismo, inovação e
    tecnologia serão constantes a partir de agora em Bequimão e nos demais
    municípios da baixada e Litoral Ocidental. “Vamos,
    através do Sebrae, provocar e fomentar uma transformação de hábitos e costumes
    nos empresários e potenciais empreendedores de Bequimão e da nossa região como
    um todo
    “,
    destacou João Martins.
    Para a estudante da Escola Técnica Rural, Alice Barbosa Gonçalves,
    moradora do povoado Floresta, e que recebeu o cerificado no final do evento, o
    Primeiro Dia de Campo foi muito proveitoso para os alunos.
    “Nó estudantes precisamos buscar mais conhecimentos e em todas
    as áreas. Aqui neste evento, a gente pode aprender várias técnicas e isso vai
    nos ajudar futuramente no mercado de trabalho, que pode ser aqui mesmo em nossa
    região. Eu fiquei encantada com as palestras e oficinas. Sempre quis trabalhar
    no ramo e agora fiquei mais confiante, já que a nossa produção vai aumentar e
    consequentemente a mão de obra qualificada vai ser prioridade”, disse a
    estudante.
    APOIO
    NO CULTIVO DE PEIXES
    Para o prefeito de Bequimão, Zé Martins, a gestão municipal tem
    ajudado nesse projeto e os resultados estão aparecendo.
    É
    um evento muito importante para os criadores de peixes, para a população e
    principalmente para a economia do município. Numa oficina como esta, os
    piscicultores vão poder conhecer novas técnicas e se capacitarem para aumentar
    sua produção e melhorar seus ganhos e consequentemente a sua qualidade de vida.
    Onde tem produção, tem renda e isso dar dignidade aos produtores. Um grande
    exemplo é a comunidade de Itans, bem perto, aqui no nosso vizinho município de
    Matinha e que hoje serve como referência para o Brasil e nos dar forças para
    chegarmos ao mesmo patamar. Esse Primeiro Dia de Campo com os piscicultores é
    um marco para o município, onde reuniu produtores, autoridades e estudantes
    ”, destacou o prefeito.
    No final do evento, a proprietária do sítio onde aconteceu o Primeiro
    Dia de Campo, Wanda Pereira, falou da satisfação em criar peixes e também de
    agregar um evento dessa natureza.
    “A criação de peixes é uma parte do empreendedorismo rural que
    tem muito a crescer. Nós ainda estamos caminhando para desenvolver e termos um
    resultado satisfatório, ainda mais agora, com a ajuda do Sebrae, onde estamos
    corrigindo as nossas falhas e buscando novos resultados. Nós não tínhamos
    conhecimento de manejo, de comercialização e principalmente sobre higiene, hoje
    estamos fazendo as coisas certas com o apoio do Sebrae. A ideia do Sebrae não
    termos como apenas criadores de peixes, mas transformar cada piscicultor como
    produtor rural de grande potencial e expandir o pescado, já que o mercado é
    muito grande e tem espaço pra todo mundo. Não podemos deixar de ressaltar o
    apoio da prefeitura de Bequimão para o crescimento deste mercado”, finalizou a
    filha de seu Antônio.

    Para encerrar em bom estilo, houve um churrasco de peixes para todos os
    participantes. Além disso, uma feijoada e muitas frutas. Tudo produzido no
    sítio da Wanda Pereira.

    0 Comentários

    Deixe o seu comentário!