Logo
  • Cabo Campos sai em defesa de PMs em relação a carga de trabalho no Carnaval

    É de
    apreensão o clima entre os policiais militares do Maranhão por conta de uma
    decisão que pode ser tomada pelo Governo do Estado ainda nesta semana.
    O governador Flávio Dino (PCdoB) quer dobrar a carga de trabalho
    da tropa no período carnavalesco, alegando a necessidade de reforçar a
    segurança, mesmo com o  baixo efetivo.
    Atualmente, a jornada de trabalho dos PMs é de 24h por 48h de
    descanso.
    A proposta do comunista é fazer, durante o Carnaval, escalas de
    24h de trabalho, por 24h de descanso.
    A ideia provocou imediata reação do deputado Cabo Campos (PP),
    que apresentará indicação solicitando ao governador que não efetive
    a media.

    “Estarei apresentando uma Indicação, nesta Casa, em caráter de
    urgência, pedindo ao governador que não coloque 24 por 24 a escala de serviço
    dos policiais e bombeiros militares neste período carnavalesco. Para o policial
    militar, uma escala de 24 horas é algo terrível. Ele fica cheio de apetrechos,
    como cinto de guarnição, gandola, colete, pistola, algema e outros em uma
    viatura quente durante 24 horas. A qualidade de serviço desse policial militar
    cai muito”, declarou.

    0 Comentários

    Deixe o seu comentário!