Logo
  • Caçamba derruba muro em Pedrinhas para fuga de presos

    Quando
    tudo parecia estar sob controle no presídio considerado o mais perigoso do
    país, um grupo resolveu por em prática um plano muito ousado, na noite desta
    quarta-feira (10), no Complexo Penitenciário de Pedrinhas, em São Luís.
    Homens
    armados utilizaram uma caçamba roubada, de placa não identificada, derrubaram o
    muro dos fundos do Centro de Detenção Provisória (CDP), e de lá facilitaram a
    fuga de mais de vinte presos.
    Durante
    o arrebatamento – ato de facilitar a fuga de encarcerados – houve
    troca de tiros e quatro detentos foram baleados. Nenhum policial foi ferido
    durante a ação criminosa.
    Quando
    tudo aconteceu, algumas celas do CDP já estavam com as grades serradas e depois
    que a caçamba derrubou o muro, armas foram distribuídas aos presos que já
    aguardavam a execução do plano. Cada preso que conseguia chegar até o
    veículo recebia uma arma do grupo.
    Muitos
    tiros foram trocados, o clima ficou tenso, mas uma fuga maior foi evitada
    por militares do Grupo Especial de Operações Penitenciárias, da Força Tática e
    Força Nacional. 
    Segundo
    a Secretaria de Justiça e Administração Penitenciária (Sejap), apenas seis
    presos teriam fugido. Mas informações extraoficiais dão conta de que mais de 20
    detentos conseguiram escapar. Cogita-se a quantia de 27 detentos foragidos.
    Durante
    a fuga parte dos presos usou a caçamba, utilizada para por abaixo o muro do CDP
    e um sandero prata, que até o momento não foram localizados pela polícia.
    Ainda
    não foram divulgados os nomes dos presos baleados e dos foragidos de Pedrinhas.
    Veja
    abaixo as fotos após a ação criminosa e aguarde novas informações a qualquer
    momento.

    0 Comentários

    Deixe o seu comentário!