Logo

Comitiva do projeto Alcântara Cyclone Space visita a Sedinc

Nesta
sexta-feira (25), o secretário de Estado do Desenvolvimento, Indústria e
Comércio, Maurício Macedo, recebeu a visita do brigadeiro Wagner Santilli e
executivos da Alcântara Cyclone Space, empresa binacional formada pelo Governo
Brasileiro e a Agência Espacial da Ucrânia que está construindo um sítio
lançador de satélites para fins comerciais no município de Alcântara.
Participaram
também do encontro, o secretário-adjunto de Desenvolvimento Econômico da
Secretária de Estado de Desenvolvimento, Indústria e Comércio (Sedinc), David
Fernandes; e os superintendentes, José Oscar de Melo (Negócios), e Ubiratan
Silva, (Atração de Investimentos).
Durante
a visita, os executivos da Cyclone discutiram o projeto e algumas oportunidades
nas áreas de fornecedores e formação de mão de obra no sentido de estabelecer parcerias
com o governo do Estado, além de compartilhar informações que possam contribuir
com o empreendimento.
Para
o brigadeiro Wagner Santilli, a visita foi um passo muito importante para a
integração de uma nova atividade que vai se instalar no Maranhão, pois no
estado há um Centro Espacial da Força Área, mas, em dimensão comercial, a
Cyclone será a primeira que irá trazer benfeitorias para a região. Santilli
disse ter ficado satisfeito ao ver o entusiasmo de pessoas com grande potencial
no que fazem e solicitou o apoio da Sedinc no estabelecimento de uma agenda
para reunir os presidentes da empresa com a governadora Roseana Sarney com o
objetivo de atualizá-la sobre o andamento do projeto.
O
secretário Maurício Macedo, na oportunidade da visita, apresentou o potencial
do desenvolvimento industrial do Estado nos últimos anos em diversas áreas,
além de citar os programas de governo, como o Promaranhão, Maranhão
Profissional e o Programa de Desenvolvimento de Fornecedores (PDF) que dão
suporte para a instalação de novos empreendimentos no Estado.
Segundo
Maurício Macedo, a Cyclone Space irá proporcionar a atração de novos
investimentos no segmento aéreo-espacial, além de demandar diversos serviços
nos setores de alimentação, habitação, turismo, dentre outros.
O
sítio de lançamento é um projeto transformador que irá atrair outras empresas
satélites que darão suporte ao empreendimento e terá efeitos multiplicadores em
atividade de sensoriamento remoto, monitoramento meteorológico e no controle do
espaço aéreo brasileiro.
A
implantação do projeto está prevista para dezembro de 2013 e demandará na
operação um contingente considerável de mão de obra. Por esta razão, é
importante que tenhamos bons serviços e que as pessoas da região sejam
capacitadas para se inserirem nesse projeto.
*Com
informações da Secom do Governo do Estado

0 Comentários

Deixe o seu comentário!