Logo
  • Delegacia Regional da Policia Civil será construída em Pinheiro

    Segundo a Secretaria de Estado de
    Segurança Pública (SSP), um pacote de obras e reformas está sendo executado,
    por meio da Delegacia Geral de Polícia Civil, visando oferecer melhores
    condições de trabalho aos profissionais da Polícia Judiciária e um atendimento
    mais humanizado aos cidadãos que procuram um distrito policial. Na Região
    Metropolitana de São Luís, oito distritos ganharão novos prédios e três
    delegacias estão sendo reformadas e modernizadas. No interior do Maranhão serão
    11 novos prédios de delegacias regionais. Parte desse conjunto de novas
    construções já foi iniciada.
    As mudanças refletirão em um empenho maior
    no combate à criminalidade. “Com todo esse volume de construções e de obras,
    aliados aos investimentos em tecnologia, equipamentos e capacitação, a Polícia
    Civil passará a trabalhar mais motivada e empenhada no combate ao crime e a
    violência em todo o território estadual”, disse a delegada-geral, Cristina
    Resende.
    Em relação às obras em São Luís, os
    investimentos chegam a R$ 5.976.591 milhões, além das concluídas, em andamento
    e as que estão em fase de licitação. A Delegacia Geral locou um prédio em
    frente ao Parque Bom Menino para instalar o Plantão da RFFSA, 1º DP, as
    delegacias de Costumes e Diversões Públicas, Meio Ambiente, Fazendária e
    Polinter. A meta é atender as demandas das unidades policiais, a exemplo, do
    Plantão da RFFSA, no qual a Superintendência de Polícia Civil da Capital (SPCC)
    acrescentou mais um gabinete e um cartório para oferecer um melhor atendimento
    durante os períodos festivos na cidade, em que se tem a necessidade de reforçar
    o efetivo policial. A previsão, conforme a Supervisão de Obras e Reformas da
    SSP, é que, neste mês, o Plantão da RFFSA seja transferido para o novo prédio.
    Mais conforto
    Outra novidade é que o cidadão, ao
    procurar o Plantão RFFSA, não precisará mais registrar o Boletim de Ocorrência
    na Sala de Permanência. A partir de agora, para fazer a comunicação de alguma
    ocorrência, ele terá uma sala exclusiva apenas com o escrivão, dando, assim,
    mais privacidade na hora do atendimento. Além disso, a SPCC destinou uma sala
    para a Polícia Militar. O espaço será utilizado pelas guarnições que chegarem
    com suspeitos detidos apresentarem, de forma mais reservada, as informações
    colhidas na hora da prisão à autoridade policial.
    Já as outras delegacias serão mudadas na
    medida em que os serviços sejam terminados. “Pensamos em um local que pudesse
    atender a particularidade de cada delegacia. Por exemplo, a delegacia de
    Costumes terá um auditório justamente pensando nas reuniões que as equipes
    policiais promovem com donos de estabelecimentos e promotores de festas. Nossa
    meta é reformar todas as unidades policiais e as que não tiverem condições de
    serem reformadas, ganharão novos prédios”, informou a delegada-geral, Maria
    Cristina Resende. 
    Outras mudanças
    Os distritos policiais do Vinhais (4º),
    Cohab (6º) e Turu (7º) estão passando por serviços de reformas, ampliação,
    adequação e modernização. O Setor de Inteligência da Polícia Civil (SAIE)
    também terá melhorias. As obras juntas somam aproximadamente R$ 1.342.883. Já
    em processo de licitação está à reforma e ampliação da Academia Integrada de
    Segurança Pública (Aisp), localizada na Avenida José Sarney, Santa Bárbara,
    próximo ao Parque Independência. A obra está orçada em R$ 764.730, 52. O
    Instituto de Identificação do Maranhão (Ident/MA) também está sendo
    completamente reformado.
    Em processo de mudança de prédio estão
    ainda o 9º DP, no São Francisco que passará a funcionar na mesma rua onde
    funciona atualmente e a Delegacia de Proteção ao Idoso na Beira Mar. Esta
    unidade policial será transferida para um novo prédio na Rua do Mocambo, no
    Centro de São Luis.
    “A Delegacia do Idoso será implantada em
    um novo local que possa dar um atendimento melhor aos idosos que procuram
    aquela unidade. Lá, a acessibilidade é mais favorável e pensamos em tudo para
    que o idoso que foi vítima de alguma violência, seja bem atendido”, explicou a
    delegada Katherine Chaves, superintendente de Polícia Civil da Capital.
    Interior

    Para as cidades do interior serão
    construídas as delegacias regionais de Açailândia, Viana, Santa Inês, Rosário,
    Bacabal, Pinheiro, Barra do Corda, São João dos Patos.
    Já em processo de conclusão e serão entregues á população ainda este mês as
    delegacias de Presidente Dutra e Balsas.

    Serão construídas e reformados ainda,
    distrito policiais em São Mateus, Peritoró, Bom Jesus das Selvas, São Bento,
    Santa Luzia do Tide, Barreirinhas, Presidente Dutra e Penalva. Além disso,
    todas as unidades serão reformadas, segundo o plano de obras e reformas que
    está sendo executado pela SSP. Outra novidade que vai contribuir para
    solucionar o déficit de profissionais de Segurança Pública nos municípios é o
    ingresso de cerca de 2.500 novos profissionais entre delegados, investigadores,
    escrivães, policiais militares e bombeiros.
    Segundo dados da Superintendência de
    Polícia Civil do Interior (SPCI), com a incorporação dos novos profissionais,
    cidades que hoje são Comarcas receberão uma equipe da Polícia Civil agilizando
    os trabalhos de Polícia Judiciária em prol da tranquilidade da população.
    Já foram inauguradas delegacias de Codó,
    Timon, Santa Inês, Alcântara, Buriticupu, São João do Sóter, Tutóia e ainda
    houve a entrega do Complexo de Polícia Técnico-Científica (Icrim e IML) em
    Timon. O moderno prédio da perícia técnica atende toda a Região dos Cocais.
    Do Imirante.

    0 Comentários

    Deixe o seu comentário!