Logo
  • Deputado faz apelo à Secretaria de Segurança para aumentar estrutura policial em Pinheiro

    Othelino Neto disse que
    barreiras policiais precisam ser ativadas em Pinheiro
    O deputado estadual
    Othelino Neto (PCdoB) fez, na sessão desta segunda-feira (10), um apelo à
    Secretaria de Segurança Pública para que aumente a estrutura policial em
    Pinheiro por medida preventiva e de combate à violência no município. Só neste
    final de semana, foram três atentados a bala e um homicídio. Segundo o
    parlamentar, a população vive em estado de insegurança.
    Para Othelino Neto, a
    população de Pinheiro está desassistida de Segurança e isso é reflexo da crise
    que tomou conta de todo o Maranhão. “A violência não está aumentando porque o
    Estado está mais rico e, sim, porque o Sistema de Segurança está falido”, disse
    o deputado em uma crítica direta ao governo Roseana Sarney e ao citar que a
    Ilha de São Luís teve outro final de semana sangrento com nove homicídios.
    Segundo o deputado, no
    caso específico de Pinheiro, o governo do Estado tem que agir para ativar
    barreiras policiais no município, já que a sua localização permite caminho para
    vários pontos de fuga. Ele lembrou que a única barreira policial que havia não
    está funcionando mais, o que deixa a região, ainda mais, insegura.
    “Pinheiro
    não tinha histórico de criminalidade. O que nós ouvimos e percebemos, andando
    pela cidade, é que a população está assustada por ver a violência aumentando
    sem conseguir sentir a proteção do Estado”, disse Othelino Neto na tribuna.
    Construção de presídio em Pinheiro.

    Durante o pronunciamento,
    Othelino destacou ainda a vitória da população de Pinheiro em relação ao
    presídio que estava sendo construído nas proximidades da zona urbana, em local,
    portanto, inadequado de acordo com o Plano Diretor do Município. Depois de
    protestos e da consequente suspensão da obra, populares entraram em um consenso
    com o secretário de Justiça e Administração Penitenciária, Sebastião Uchôa, no
    sentido de transferi-la para outro terreno, próximo ao povoado São Luizinho da
    Chapada, na divisa com Santa Helena.
    Em reunião realizada no
    final de semana, vereadores e lideranças comunitárias se manifestaram contra a
    localização do presídio.
    Segundo Othelino Neto, o
    governo Roseana Sarney cometeu um erro grave porque não ouviu a população de
    Pinheiro antes de iniciar a obra do presídio nas proximidades da zona urbana, o
    que fere o Plano Diretor do Município. “As famílias sabem da necessidade da
    obra, mas querem que ela seja construída em outro local”, disse o deputado que
    já apresentou requerimento de audiência pública com autoridades para discutir a
    questão.

    0 Comentários

    Deixe o seu comentário!