Logo
  • Deputado Victor Mendes quer semana de mobilização para doação de medula óssea

    A quantidade de pessoas cadastradas no Registro Nacional de Doadores de Medula Óssea (REDOME) é de mais de 4 milhões de pessoas, enquanto que a fila para transplante conta com aproximadamente 1.500 pacientes.

    O deputado federal Victor Mendes (PSD-MA) quer melhorar essa relação doador/receptor e, por isso, propõe a criação da Semana de Mobilização Nacional para Doação de Medula Óssea.

    A diferença entre a quantidade de doadores e de pacientes que necessitam de doação parece positiva. O Brasil é, hoje, o terceiro maior banco de dados de medula óssea do planeta. Só perde para Estados Unidos e Alemanha.

    Mesmo assim, Victor Mendes acredita que a solidariedade do povo brasileiro pode colocar o país no topo do ranking mundial. “Quanto mais doadores conseguirmos, maior a chance de um paciente ser curado.

    Além disso, precisamos que o cadastro nacional seja atualizado permanentemente para quando for constatada a compatibilidade, a pessoas seja encontrada”, afirmou.

    A Semana de Mobilização Nacional para Doação de Medula Óssea servirá para conscientizar a população sobre o tema e também ajudar a localizar, de maneira mais eficiente, doadores cadastrados no REDOME. Hoje, a chance de se confirmar um doador compatível, no Brasil, é de 64% dos pacientes.

    “Mas sem a atualização de cadastro, o transplante fica comprometido. “Se o cadastrado no REDOME, quando compatível, não for localizado, é como se ele não existisse”, lembrou Victor Mendes.

    Parcerias

    Com a instauração da “Semana de Mobilização Nacional para Doação de Medula Óssea”, o REDOME contará com a colaboração de empresas de telefonia, órgãos públicos, empresas privadas, instituições bancárias ou de planos de saúde para localizar o doador.

    Todo esse processo, realizado de maneira compartilhada, aumentará consideravelmente as chances de quem aguarda na fila para o transplante de medula óssea no Brasil.

    PL 5733/2016 já passou pela Comissão de Seguridade Social e Família (CSSF) e pela Coordenação de Comissões Permanentes (CCP). Agora, aguarda apreciação pelo Plenário da Câmara dos Deputados.

    Acompanhe AQUI o deputado Victor Mendes.

    0 Comentários

    Deixe o seu comentário!