Logo
  • Deputado Zé Inácio faz destaque ás Marchas das Margaridas

    Na manhã desta
    quinta-feira (13), o deputado Zé Inácio fez uso da tribuna para fazer menção à 5ª
    Marcha das Margaridas, que ocorreu nesta quarta-feira (12) em Brasília. Nesta
    edição de 2015 foi incluído na pauta a defesa da democracia, repudiando toda e
    qualquer tentativa de golpe contra o mandato popular e democrático da
    Presidenta Dilma.
    “Eu quero dizer que a
    FETAEMA, entidade vinculada a CONTAG, levou à capital federal 1.300 mulheres e,
    diferentemente do que é anunciado pela Rede Globo, dizendo que o ato foi
    patrocinado pelos bancos públicos, Caixa Econômica e BNDES, essa foi uma
    organização dos trabalhadores de todo o Brasil, assim como o Maranhão, o
    Sindicato de Trabalhadores e Trabalhadoras Rurais que existe em todos os
    municípios maranhenses, que se organizaram e fizeram com que 1.300 mulheres
    fossem garantir e lutar pelos seus direitos em Brasília, reafirmando o apoio a
    nossa presidenta Dilma”, ressaltou o petista.
    Dentre os destaques, os
    quais o deputado cita, este ano, a Marcha das Margaridas reuniu mais de 1000
    mil pessoas na capital brasileira. Sendo que a umas maiores comitivas era a
    maranhense, com 1.300 mulheres. “Eu me
    somo à luta das mulheres do campo, por acreditar que a violência contra a
    mulher precisa ter fim. A igualdade de direitos necessita ser estabelecida e
    que a democracia tem que ser respeitada. Precisamos avançar cada vez mais sem
    retrocesso ou tentativas de golpe, que colocam em cheque a democracia
    brasileira”, declarou Zé Inácio.
    O parlamentar lembrou
    ainda que o ex-presidente Lula também esteve presente  no evento, demonstrando a sua solidariedade à
    causa das mulheres do campo, aos gritos de não vai ter golpe. Grito esse ecoada
    daqui do Maranhão nas vozes do Governador Flávio Dino. “A Presidente Dilma foi
    recepcionada pelos manifestantes, os quais ressaltaram o apoio e a confiança no
    Governo da Presidente Dilma, eleita democraticamente pelo povo”, disse.
    Quando
    tudo começou
    –  A
    Marcha das Margaridas é uma homenagem a Margarida Maria Alves, que foi
    Presidenta do Sindicato dos Trabalhadores e Trabalhadoras de Alagoa Grande da
    Paraíba, assassinada em 1983, com um tiro de espingarda, disparado por um
    latifundiário que se sentia ameaçado pela altivez e coragem de luta da líder
    camponesa. E tem como objetivo chamar a atenção para a luta pela reforma
    agrária, igualdades de direitos, soberania alimentar e o fim da violência
    contra mulher. A Marcha das Margaridas é organizada pela Confederação Nacional
    dos Trabalhadores da Agricultura (CONTAG) e pela Federação
    dos Trabalhadores e Trabalhadores na Agricultura do Maranhão (Fetaema), além de outras
    entidades do movimento social.
    “A 5ª Marcha das
    Margaridas, representou um grande ato de apoio a Presidente Dilma e mostrou que
    ela tem um lado, o lado das trabalhadoras brasileiras. Viva Maria Margarida
    Alves! Viva a Presidente Dilma Rousseff! Vivam as mulheres trabalhadoras deste
    país! Vivam, em especial, as mulheres trabalhadoras ligadas a FETAEMA –
    Federação dos Trabalhadores e Trabalhadoras da Agricultura do Estado do
    Maranhão, que eu aqui rendo homenagem ao seu Presidente Chico Miguel, a nossa companheira
    Ângela e em especial a companheira Lina, que é Secretária de Mulheres da
    FETAEMA”, finalizou o deputado.

    0 Comentários

    Deixe o seu comentário!