Logo
  • Donos de autoescolas são presos após fraude no Detran; veja quem são

    A
    Superintendência Estadual de Investigações Criminais (Seic) realizou na manhã
    de hoje, dia 5, a operação “Sem Saída” para cumprimento de 26 mandados de
    prisão e busca e apreensão em desfavor de proprietários e funcionários de
    autoescolas, que são acusados de fraude na emissão de carteiras de habilitação.
    Empregados da empresa Tomas Greg, que faziam parte da quadrilha, também foram
    presos.
    De
    acordo com as investigações, a quadrilha de funcionários e prestadores de
    serviços ao Departamento Estadual de Trânsito do Maranhão (Detran-MA),
    utilizava próteses de silicone que tinham as impressões digitais dos
    beneficiários para justificar suas presenças durante o processo para obtenção
    da CNH.
    Com
    a fraude, eles tinham um lucro de R$ 3 mil reais por cada carteira Nacional de
    Habilitação (CNH), que era expedida para os alunos sem a necessidade de cumprir
    as etapas do processo conforme a lei.
    Fazem
    parte do esquema, segundo a polícia, além dos funcionários da empresa Tomas
    Greg, as autoescolas Abdon, Coutinho, Andrade e Unidas. No interior do Estado,
    as autoescolas Cometa e Júnior.
    No
    total foram vinte pessoas presas, outras catorze conduzidas coercitivamente
    devido aos mandados de busca e apreensão expedidos pela justiça, e seis seguem
    foragidos.
    Abaixo relação pessoas presas, encaminhadas e foragidas na
    Operação “Sem Saída”:

    0 Comentários

    Deixe o seu comentário!