Logo
  • É chegado o momento da Baixada mostrar sua força política e sua potencialidade econômica para o resto do estado.

    O vice-prefeito de São Bento, Isaac Dias Filho (PTB), que articulando
    junto a prefeitos, vice-prefeitos, presidentes de Câmaras Municipais, deputados
    estaduais e federais, vereadores, empresários, lideranças políticas e sociais,
    formadores de opinião etc, a Frente Popular de Baixada, um movimento
    suprapartidário que visa colocar o debate sobre a região da Baixada Maranhense,
    em entrevista na rádio Mirante AM afirmou que a Baixada não é pobre, e sim
    carente de representatividade.
    Em entrevista ao programa Linha Direta do Jornalista Geraldo Castro,
    Issac Filho afirmou que a Baixada não é pobre. “Nós temos um potencial turístico violentíssimo, a pesca, a redenção
    do maranhão pode está nos campos da Baixada, a agricultura da região é farta, e
    temos um potencial agropecuário imenso, os alagados e o pantanal que precisa
    ser visto como local de turístico, mas faltam investimentos” afirmou Isaac.

    Destacou ainda o vice-prefeito, que a Baixada é carente de
    representantes, e sendo carente, ela é esquecida.  Issac usou como exemplo a região tocantina com
    seus investimentos, estradas ferrovias e etc, sem esses investimentos a região
    tocantina estaria hoje como a Baixada, sem seus potencias explorados.  Para o
    vice-prefeito, é chegado o momento da região mostrar sua força política e sua
    potencialidade econômica para o resto do estado.
    “Somos mais de 600 mil habitantes e mais de 400 mil
    eleitores, a Baixada tem voz e voto, agora precisamos ser visto e respeitado. Issac
    afirmou que é desumana a forma como são tratados os baixadeiros no terminal do
    cujupe,
    passagem
    cara, e não existe se quer uma operadora de telefonia celular. Defende o vice-prefeito,
    a melhoria da MA 014, Viana a São Bento, São Bento a Pinheiro, a construção da
    Ponte do rio pericumã que liga o município de Bequimão a Central do Maranhão,
    isso irá aumentar a escoação do pescado favorecendo toda a região do litoral” .

    Issac afirmou que
    possivelmente o primeiro encontro do movimento, Frente Popular da Baixada,
    acontecerá na segunda quinzena do mês de março, em Pinheiro ou em São Bento. 

    0 Comentários

    Deixe o seu comentário!