Logo
  • Em carta aberta, Sindicato dos Professores repudia práticas do prefeito de Pinheiro e anuncia paralisação por tempo indeterminado

    Professora Dinele Ribeiro, presidente do SINPROSEMP

    Já estava mais do que na hora do Sindicato dos Professores Municipais de Pinheiro  se manifestar em relação aos desmandos do prefeito de Pinheiro e principalmente com os educadores. Nesta terça-feira (03) a direção do sindicato lançou Carta Aberta a sociedade Pinheirense repudiando tais práticas e anunciando uma possível paralisação por tempo indeterminado.

    Leia abaixo a Carta Aberta.

    CARTA ABERTA

    O SINPROSEMPI, Sindicato da Educação Municipal de Pinheiro, vem por meio desta Carta Aberta, expressar a sua insatisfação com o descaso e desmando nesta gestão com a educação. Relatamos sequências de erros e vícios copiados de gestões anteriores, tais como:
    – licitações absurdas de combustíveis
    – licitações de locação de veículos escolares
    A nossa insatisfação ainda é maior quando tratamos do salário dos professores temporários em atraso e sendo pago parcelado por letras (já havia sido extinto), falta de combustível nos veículos que transportam os alunos, e a equipe pedagógica para desenvolver suas atividades educacionais na zona rural, a falta de transparência na folha de pagamento dos funcionários públicos.
    Diante de toda essa situação comunicamos á toda sociedade pinheirense, que possivelmente será interrompido as atividades escolares. Não convém esta instituição calar-se diante de tantos problemas. São deveres e prerrogativas deste sindicato defender os direitos e interesses coletivos ou individuais da categoria, inclusive em questões administrativas, judiciais e extrajudiciais. Durante todo esse tempo de gestão tentamos manter diálogo para solucionar os problemas existentes, não houve êxito
    Pinheiro, 03 de outubro de 2017
    SINPROSEMPI- Pinheiro-MA

    0 Comentários

    Deixe o seu comentário!