Logo
  • Em nota, prefeita de Matinha diz que ‘compra de livro em restaurante’ foi equivoco

    A prefeita de Matinha (MA), Linielda Nunes Cunha (PCdoB), divulgou nota com esclarecimentos sobre matéria publicada ontem pelo blog informando que a prefeitura daquela cidade havia ‘comprado’ R$ 120 mil em livros de uma empresa que funciona em restaurante do município.

    Na nota, a prefeita diz que o que ocorreu foi um equívoco na produção da resenha do contrato que ao invés de constar o real objeto da contratação, que era fornecimento de refeições prontas (quentinhas e lanches) para atender os eventos das Secretarias Municipais, por um erro, saiu fornecimento de livros didáticos para atender aos alunos do Ensino Infantil e da Cultura Afro-Brasileira e Indígena.

    “Ressalte-se, ademais, que a devida publicação da errata já foi solicitada por este ente municipal ao Diário Oficial”, diz a nota, que veio acompanhada do oficio 136/2017 em que solicita os esclarecimentos.

    NOTA DO BLOG

    0 Comentários

    Deixe o seu comentário!