Logo
  • Em nota prefeito de Pinheiro mente sobre atraso no pagamento da primeira parcela do 13º salário.

    O prefeito da cidade de Pinheiro mentiu através de nota publicada na manhã desta segunda-feira (24), através de blogs ligados a administração. Perdido no mandato em apenas 7 meses a frente do município, o prefeito atrasou o pagamento da primeira parcela do 13º  salário que nos últimos 16 anos foi efetuada até o dia 15 de julho.

    Em nota o prefeito atribui o não pagamento ao bloqueio de R$2.069.371,23 do FUNDEB do município de Pinheiro, pelo governo federal. Verba essa que foi reposta pelo governo federal depois de uma reunião da bancada maranhense com o presidente da republica e o presidente da FAMEM, (reveja aqui).

    “O presidente e seus auxiliares encontraram uma brecha jurídica, que estabelece a antecipação de R$ 168 milhões, resultante da compensação do segundo semestre e que seria liberado no mês de dezembro, como forma de amortizar os problemas financeiros do estado e dos municípios”.

    Portanto mentiu o prefeito de Pinheiro que só no mês junho recebeu mais de 4 milhões como aparece nos demonstrativos do Banco do Brasil.

    Além do não pagamento do 13º também estão sem receber os fornecedores do município que segundo fonte do blog, nunca viram uma moeda desde janeiro, proprietários de carros locados e outros.

    0 Comentários

    Deixe o seu comentário!