Logo
  • Empresa acusada de receptação de medicamentos roubados vai faturar quase 13 milhões na prefeitura de Pinheiro

    Mais uma licitação controversa é realizada pela prefeitura de Pinheiro, e mais uma vez o prefeito da cidade, Luciano Genésio, busca os serviços obscuros da Empresa Dimensão Distribuidora de Medicamentos LTDA, do estado do Piaui.

    A empresa acusada por receptação de itens e produtos roubados de dentro da Secretaria Estadual de Saúde Do Piauí, é velha conhecida da justiça do Piauí e do Maranhão, sempre envolvida em licitação duvidosas   pela pratica de favorecimento.

    Em Janeiro de 2017, A Dimensão Distribuidora foi uma das beneficiadas com o decreto que abriu a porta da prefeitura de Pinheiro para a “farra dos contratos” sem licitação. Aproveitando que a porta dos cofres municipais ficou, nos aberto por 30 dias, Luciano Genésio resolveu assinar dois contratos com a empresa piauiense, com valores que variaram de R$ 300 mil à R$ 1 milhão (reveja aqui).

    Para 2018, o prefeito de Pinheiro firmou dois contrato milionários com a empresa. O primeiro 9.336.312.61 (nove milhões, trezentos e sessenta e seis mil, trezentos e doze reais sessenta e um centavo), e o segundo no valor de 2.776.191,72 (dois milhões, setecentos e sessenta e seis mil, cento e noventa e um reais e setenta e dois centavos). A somo dos dois contratos, ultrapassa 12 milhões de reais.

    Em outubro do ano passado O empresário Jadyel Silva Alencar, dono da Dimensão Distribuidora de Medicamentos, foi condenado pelo juiz Agliberto Gomes Machado, da 3ª Vara Federal no Piauí, por compra e venda de soro fisiológico roubado da Secretaria de Saúde do Piauí (Sesapi), (Veja Aqui).

    O contrato suspeito da prefeitura de Pinheiro com a Empresa Dimensão será denunciado ao Ministério Público.

    0 Comentários

    Deixe o seu comentário!