Logo
  • Ex-prefeito de Palmeirândia, Eliberto é condenado por improbidade administrativa.

    O juiz Marcelo Moraes Rego de Souza, titular de São Bento, proferiu nesta semana sentença condenatória, por improbidade administrativa cometida pelo ex-gestor da cidade de Palmeirândia, Antônio Eliberto Barros Mendes.

    Antônio Eliberto Mendes (Palmeirândia), foi condenado em três ações.

    As ações referem-se à existência de atos de improbidade, consistente na ausência de prestação de contas dos convênios: 006/2009; n.º 323/2009 e n.º 0366/2005, realizados respectivamente com a Secretaria de Estado do Desenvolvimento Social e Agricultura Familiar, Secretaria de Estado da Saúde e Fundação Nacional da Saúde. Outra ação consiste na ausência de prestação de contas do convênio n.º 661926 SIAFI realizado com o Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação.

    Em outras duas condenações de Antônio Eliberto, o mesmo motivo: Ausência de prestação de contas do convênio n.º 657946/2009 realizado com a Fundação Nacional da Saúde; bem como a ausência de prestação de contas do convênio n.º 1192010 realizado com a Secretaria Estadual de Infraestrutura.

    0 Comentários

    Deixe o seu comentário!