Logo
  • Falso capelão da PM é detido por militares no 10º BPM em Pinheiro.

    O caso
    aconteceu na região da Baixada Maranhense, Aelson Almeida Junior, foi detido no
    Quartel do 10º BPM, sediado na cidade de Pinheiro/MA, ele é morador da cidade
    de Bequimão/MA. Aelson Júnior encontrava-se vestido com o fardamento
    operacional da Polícia Militar do Maranhão e adentrou ao quartel se dirigindo à
    guarda para falar com um policial, e ao ser interpelado, se apresentou como
    Capelão Militar.
    Segundo os policiais que realizaram a prisão, o falso capelão afirmou
    que faz um curso regular de capelão militar na cidade de Vitorino Freire/MA pelo
    Instituto Bíblico Semeando a Palavra, onde foi informado pelo diretor da
    referida instituição, conhecido como pastor Fabrício, que teria o direito a
    utilizar os fardamentos e distintivos da Polícia Militar do Maranhão para
    trabalhar como capelão, realizando palestras em escolas e penitenciárias.
    Falou ainda que o pastor Fabrício vende fardas, carteiras, distintivos,
    boinas para seus alunos e que convida os fiéis das igrejas do interior para
    fazerem o referido curso com a promessa de que seus alunos ingressariam na
    Polícia Militar do Maranhão como capelães. Não foi constatada a autenticidade
    do citado Instituto, e o capelão foi conduzido à Delegacia Regional de Pinheiro
    para demais esclarecimentos.
    O comando da PMMA esclarece que o ingresso na instituição para servir
    como capelão militar se regulamenta através de leis federal e estadual, que
    criam o cargo de capelão militar, e deve ser exclusivamente preenchido por
    padre, pastor ou função equivalente, com formação de nível superior,
    reconhecido pelo Ministério da Educação, e nomeado pelo governo do Estado.
    Sendo assim, não existe vínculo entre a PMMA e instituições de ensino para
    ingresso na Corporação.

    0 Comentários

    Deixe o seu comentário!