Logo
  • Imóveis em São Luís, boa opção de investimento em meio as incertezas do mercado

    Se você é um jovem que deseja investir e aumentar seu dinheiro a longo prazo ou se está perto da idade de sua aposentadoria e quer preservar ou começar seu pé-de-meia, há incontáveis ​​lugares onde você pode colocar seu dinheiro para ajudá-lo a atingir seus objetivos e investir em imóveis é sempre a melhor alternativa.

    Afinal de contas, em meio às incertezas quem deseja ter preservação de capital e receita para o futuro e não quer correr risco, deve sempre apostar em apartamento em São Luís, casas, conjuntos comerciais ou apartamentos para construir, revender ou alugar.

    Em geral, o mercado imobiliário é uma ótima opção de investimento para quem deseja realizar transações de casas à venda em São Luís e outros imóveis. Afinal, pode gerar renda passiva contínua e pode ser um bom investimento de longo prazo se o valor aumentar com o tempo. Você pode até usá-lo como parte de sua estratégia geral para começar a construir sua riqueza.

    No entanto, você precisa ter certeza de que está pronto para começar a  investir no mercado imobiliário. Por um lado, você precisará investir uma quantia significativa de dinheiro antecipadamente para começar a investir em imóveis. Comprar uma casa, um complexo de apartamentos ou um terreno pode ser caro.

    Isso sem mencionar os custos contínuos de manutenção pelos quais você será responsável, bem como o potencial para lacunas de renda se você ficar entre inquilinos por um tempo.

    Veja aqui o que você precisa saber sobre como investir no mercado imobiliário e se essa é a escolha certa para você.

    1. Pague com o máximo de dinheiro e evite juros

    Muitos especialistas financeiros alertam contra o empréstimo de dinheiro para a compra de investimentos. Você deve considerar isso antes de comprar um imóvel para investimento.

    Se você não pode pagar pela casa em dinheiro, no mínimo, você deve poder pagar os pagamentos de financiamento, mesmo sem a renda do aluguel. Pense nisso: com locatários, pode haver alta rotatividade. Você também pode passar por um período em que não há locatários para a propriedade.

    Se você não pode pagar o pagamento do financiamento bancário sem a renda do aluguel, pode acabar sendo mais um encargo financeiro do que um meio de construir riqueza. Além disso, se você não puder pagar o financiamento, isso pode acabar prejudicando seu crédito , o que custará dinheiro a longo prazo.

    1. Planeje todas as suas despesas

    Ao comprar um imóvel para fins de investimento, você precisa considerar o custo de impostos, serviços públicos, manutenção e reparos. Frequentemente, é mais fácil recorrer a uma locadora e fazer com que ela cuide de coisas como consertos e coleta do aluguel.

    Embora isso custe dinheiro, ajudará a aliviar o fardo de possuir um imóvel alugado. Principalmente se você não tem tempo para fazer tudo o que precisa ser feito em sua propriedade, recorrer a uma agência é uma boa opção.

    Você precisa definir o preço de seu imóvel alugado de forma que todas essas taxas e outras despesas sejam totalmente cobertas. Além disso, você deve pegar os primeiros meses de dinheiro excedente e reservá-los para cobrir os custos de reparos na propriedade.

    Também é importante ter seguro na propriedade (e planejar o custo). Você também deve estar preparado para lidar com custos adicionais e outras situações que possam surgir, talvez com um fundo de amortização para a propriedade.

    1. Pesquise a propriedade com cuidado

    Se você está comprando um terreno que planeja vender em uma data posterior, é necessário pesquisar cuidadosamente a escritura do terreno. Descubra se há novas estradas planejadas perto do terreno que você comprou e considere como isso afetará o valor da propriedade. Além disso, certifique-se de que não haja uma garantia sobre a propriedade.

    Você também pode querer considerar coisas como os comparáveis ​​na vizinhança, incluindo se a área é promissora e outros fatores externos que podem afetar o valor da propriedade.

    Depois de fazer sua pesquisa, você poderá tomar a decisão correta sobre como adquiri-lo como um investimento. Investir é sempre um risco, portanto, tenha isso em mente. Você pode ganhar dinheiro com seu investimento, mas também pode perder dinheiro. As coisas podem mudar e uma área que você pensou que poderia aumentar de valor pode não aumentar de fato e vice-versa.

    1. Comece pequeno e depois vá aperfeiçoando seus negócios

    Alguns investidores imobiliários começam comprando um duplex ou uma casa com um apartamento no subsolo, depois moram em uma unidade e alugam a outra. Essa é uma boa maneira de molhar os pés, mas lembre-se de que você vai morar no mesmo prédio que seu inquilino.

    Além disso, ao configurar seu orçamento, você deve garantir que poderá cobrir todo o seu financiamento imobiliário e ainda viver confortavelmente sem os pagamentos adicionais do aluguel entrando. À medida que você se sentir mais confortável em ser proprietário e administrar uma propriedade para investimento, poderá considerar a compra de uma propriedade maior, com maior potencial de receita.

    Depois de possuir várias propriedades, torna-se mais fácil comprar e gerenciar mais propriedades – e obter um maior retorno sobre seus investimentos.

    1. Como ter renda relacionada a imóveis?

    Em linhas gerais, a receita relacionada a imóveis é gerada por corretores e outros especialistas do setor que ganham dinheiro por meio de comissões de compra e venda de propriedades. Também inclui as administradoras de imóveis que mantêm um percentual dos aluguéis em troca da operação do dia-a-dia das propriedades.

    Já uma renda auxiliar de investimento imobiliário é uma renda de investimento auxiliar que pode ser uma grande fonte de lucro. Inclui coisas como máquinas de venda automática em edifícios de escritórios ou lavanderia em apartamentos de aluguel barato. Eles efetivamente atuam como miniempresas dentro de um investimento maior, permitindo que você ganhe dinheiro com uma coleção semiativa de clientes.

    A forma mais pura e simples de investimento em imóveis gira em torno do fluxo de caixa dos aluguéis, e não da valorização. Esse tipo de investimento se concentra na compra de um imóvel e na operação dele, de forma que você possa receber um fluxo de caixa do aluguel. A receita do fluxo de caixa pode ser gerada em prédios de apartamentos, prédios de escritórios ou casas de aluguel.

    Gostou destas dicas? Compartilhe este post em suas redes sociais!

    0 Comentários

    Deixe o seu comentário!