Logo
  • Judiciário confirma Concita Presidente da Câmara Municipal de Pinheiro e penaliza Vereadores da Oposição.

    Concita Presidente da Câmra Munipal de Pinheiro

    Os vereadores da
    oposição, que apoiaram o ex-prefeito derrotado Zé Arlindo que tentaram, a
    qualquer custo, se apossarem da presidência da Câmara Municipal de Pinheiro,
    sofreram dura derrota no judiciário. Depois de uma votação tumultuada no dia 1º
    de janeiro, onde o Vereador Leonardo Sá, tentou anular 3 votos que seriam da
    Candidata a Presidência Concita. E dos 8 vereadores da Situação terem convocado
    uma outra eleição  onde concita saiu vencedora pela segunda vez, insatisfeitos
    com os resultados, os vereadores: Enesio
    Vitorino Ribeiro, Selma Maria Rodrigues Durans, Stélio Castro Cordeiro e João
    Raimundo Morais,
    partiram para o tapetão.
    A decisão
    proferida pelo Juiz Eleitoral de Pinheiro, Dr. Anderson Sobral de Azevedo, no
    último dia 03/04, quarta feira, Julgou Improcedente o apelo dos Vereadores, e
    confirma conceição de Maria (Concita de Luís Pajé) como de fato e direito
    Presidente da Câmara Municipal de Pinheiro. Concita assume em definitivo a
    presidência da Câmara Municipal da Cidade.
    Em sua decisão, O
    Juiz Dr. Anderson Sobral considerou que a interpretação dada pelos vereadores
    de oposição ao regimento interno foi equivocada. Onde o Vereador Leonardo Sá que
    presidia a seção equivocadamente por conta própria queria anular votos dando outro
    rumo ao resultado da eleição. Os vereadores Enesio Vitorino Ribeiro, Selma Maria Rodrigues Durans, Stélio Castro
    Cordeiro e João Raimundo Morais,
    foram penalizados ainda a pagarem R$
    2.000,00 (Dois Mil Reais) “Custas
    Processuais” ao Dr. Eduardo Henrique Couto Correia ( Advogado).

    0 Comentários

    Deixe o seu comentário!