Logo
  • MEC confirma 80 vagas para curso de medicina em Pinheiro

    O
    Ministério da Educação autorizou a criação de cursos de graduação em medicina
    em nove campus de sete universidades federais do país. Serão criadas 560 vagas.
    A portaria foi publicada nesta quinta-feira (12) no “Diário Oficial da
    União”. 
    A
    maioria das vagas são para instituições federais de ensino superior do Maranhão
    e de Minas Gerais (160 vagas em cada estado). Veja as universidades e o número
    de vagas: 
    UFVJM – Universidade Federal dos Vales do
    Jequitinhonha e Mucuri
    60 vagas no campus de Diamantina (MG). 

    A universidade tem uma Faculdade de Ciências Biológicas e da Saúde, mas não
    oferece curso de medicina. 
    UFSJ – Universidade Federal de São João
    Del-Rei
    40 vagas no campus de São João Del-Rei (MG). 

    A universidade já tem um curso de medicina em Divinópolis com 60 vagas.
    UNIFAL – Universidade Federal de Alfenas

    60 vagas no campus de Alfenas (MG) 

    A universidade conta com um curso de graduação em biomedicina, com 40 vagas. 
    UFMA – Universidade Federal do Maranhão

    80 vagas no campus de Imperatriz (MA) 

    80 vaga no
    campus de Pinheiro (MA)
     
    A universidade conta com um curso de medicina no campus de São Luís.
    UFMT – Universidade Federal do Mato Grosso

    60 vagas no campus de Sinop (MT) 

    40 vagas no campus de Rondonópolis (MT) 

    A universidade tem um curso de medicina com 80 vagas no campus de Cuiabá. 
    UFRB – Universidade Federal do Recôncavo
    da Bahia

    60 vagas no campus de Santo Antônio de Jesus (BA). 

    A universidade já tem um curso de medicina neste campus com 60 vagas.
    UFPE – Universidade Federal de Pernambuco

    80 vagas no campus de Caruaru (PE) 

    A universidade tem curso de graduação em medicina no Recife com 140 vagas. 
    A
    iniciativa segue o objetivo da lei do programa Mais Médicos sancionada pela
    presidente Dilma Rousseff que, entre outras coisas, prevê a criação de 11.447
    vagas em faculdades de medicina até 2017. 
    Também
    nesta quinta-feira, a Universidade Federal de Uberlândia (UFU), anunciou que
    vai ampliar o número de vagas oferecidas no curso de medicina. As atuais 80 vagas
    anuais passarão para 120 em 2016 (60 por semestre). O aumento, no entanto, terá
    início já em 2015, quando serão ofertadas 50 vagas por semestre no curso mais
    concorrido da Universidade. Em 2015, novos servidores serão contratados para o
    curso. Ingressarão na UFU mais 27 docentes 20 técnicos administrativos. 
    No
    início do mês, o MEC divulgou a relação de 42 municípios pré-selecionados para
    a implantação de novos cursos de graduação em medicina por instituições
    particulares de ensino superior. Para ser selecionado, o município deverá
    atender, obrigatoriamente, aos seguintes critérios: ter no mínimo 70 mil
    habitantes; não ser uma capital e não ter curso de medicina em seu território.
    São Paulo é o estado com mais municípios pré-selecionados: 16. 
    Municípios pré-selecionados

    Bahia: Alagoinhas, Eunápolis, Guanambi, Itabuna,
    Jacobina e Juazeiro
    Ceará: Crato
    Espírito Santo: Cachoeiro de Itapemirim
    Goiás: Aparecida de Goiânia
    Maranhão: Bacabal
    Minas Gerais: Muriaé, Passos, Poços de Caldas e Sete
    Lagoas
    Pará: Ananindeua e Tucuruí
    Pernambuco: Jaboatão dos Guararapes
    Piauí: Picos
    Paraná: Campo Mourão, Guarapuava e Umuarama
    Rio de Janeiro: Três Rios
    Rio Grande do Sul: Erechim, Ijuí, Novo Hamburgo e São
    Leopoldo
    São Paulo: Araçatuba, Araras, Assis, Bauru, Cubatão,
    Guarujá, Indaiatuba, Jaú, Limeira, Mauá, Osasco, Pindamonhangaba, Piracicaba,
    Rio Claro, São Bernardo do Campo e São José dos Campo.
    Os
    municípios pré-selecionados receberão visita da comissão de especialista para
    verificação da estrutura de equipamentos públicos e programas de saúde
    existentes. Esta será a segunda etapa do processo. A terceira etapa será a
    análise de projeto de melhoria destes equipamentos.

    0 Comentários

    Deixe o seu comentário!