Logo
  • “Não haverá limites para investigação”, diz Jefferson Portela sobre envolvimento de aliados do governo no esquema de agiotagem

    Durante entrevista
    coletiva, na tarde de ontem (31), para esclarecer detalhes sobre a “Operação
    Imperador”, o secretário Jefferson Portela foi questionado pelo blogueiro Luís
    Cardoso se não soava estranho que o inicio da operação tenha sido focada no
    empresário Eduardo Barros, o Eduardo DP, filho da ex-prefeita de Dom Pedro
    Arlene Costa e principal adversário do atual prefeito Hernando Macedo, filho do
    empresário Dedé Macedo – apontado como um dos maiores agiotas do Estado, que
    ajudou financeiramente na campanha do governador Flávio Dino.
    O blogueiro
    salientou ainda que cidades como Bacabal, Caxias, São Luís, possuem volume bem
    maior de desvio, mas não foram ainda apuradas.
    Jefferson
    Portela, por sua vez, respondeu que não há nada para se estranhar. “O
    fato de a pessoa ser aliado ou contrário ao governador não lhe dá imunidade
    para praticar crimes. Sendo aliado será responsabilizado. Sendo adversário será
    responsabilizado”,
     pontuou.
    O
    secretário disse ainda, que haverá uma sequência ilimitada de operações e
    conclusões de inquérito.“Quando
    estes crimes foram cometidos o senhor Flávio Dino não era governador do
    Maranhão. Não estamos falando de um fato que aconteceu ontem(…) Quem define
    quem é criminoso é o códio penal brasileiro e a legislação penal extravagante,
    ser aliado ou não, não importa”,
     esclareceu.
    O
    nome do ex-prefeito de Pinheiro, José Arlindo aparece na lista dos investigados.
    Na lista dos investigados
    consta o nome do ex-prefeito de Pinheiro, José Arlindo Silva Souza. É aguardar
    pra vez o desfecho das investigações que envolvem 41 prefeitos e ex-prefeitos.
    A ex-prefeita de Dom Pedro, 324 Km de São Luís, Maria Arlene Barros, foi
    presa na manhã desta terça-feira (31), na sua residência, na capital, durante da
    Polícia Civil, que investiga o envolvimento de gestores e ex-gestores públicos
    com esquemas de agiotagem para fraudar licitações. A polícia acredita que mais
    de R$ 5 milhões foram desviados da prefeitura de Dom Pedro, entre 2009 e 2012.

    Abaixo a relação dos nomes dos gestores e ex-gestores  que aparecem na lista dos investigados no
    envolvimento do esquema.
    1 –
    Sebastião Lopes Monteiro (Apicum­-Açu)
    2­ – Leão Santos Neto (Arari)
    3 – Raimundo Nonato Lisboa (Bacabal)
    4 – José Farias de Castro­ (Brejo)
    5 ­– Francisco Xavier Silva Neto (Cajapió)
    6 – José Haroldo Fonseca Carvalho­ (Cândido Mendes)
    7 – José Martinho dos Santos Barros­ (Cantanhede)
    8 – Soliney de Sousa e Silva ­(Coelho Neto)
    9 – José ­Francisco Pestana (Cururupu)
    10 – Maria Arlene Barros Costa­ (Dom Pedro)
    11 – ­Raimundo Almeida (Lago Verde)
    12 – Jorge Eduardo Gonçalves de Melo­ (Lagoa Grande)
    13 ­–João Cândido Carvalho Neto (Magalhães de Almeida)
    14 ­– Manoel Edvan Oliveira da Costa (Marajá do Sena)
    15 ­– Joacy de Andrade Barros (Mirador)
    16 – José Lourenço Bonfim Júnior­ (Miranda do Norte)
    17 –­ Ivaldo Almeida Ferreira (Mirinzal)
    18 – Iara Quaresma do Vale Rodrigues (Nina Rodrigues)
    19 –­ Glorismar Rosa Venancio (Paço do Lumiar)
    20– Enoque Ferreira Mota Neto (Pastos Bons)
    21 – Tancledo Lima Araújo (Paulo Ramos)
    22 –­ Maria José Gama Alhadef (Penalva)
    23 –­ Henrique Caldeira Salgado (Pindaré Mirim)
    24 ­– José Arlindo Silva Sousa (Pinheiro)
    25 – Marconi Bimba Carvalho de Aquino (Rosário)
    26 ­– Márcio Leandro Antezana Rodrigues (Santa Luzia)
    27 – José Nilton Marreiros Ferraz (Santa Luzia do Paruá)
    28 – Sebastião Fernandes Barros (São Domingos do Azeitão)
    39 – Kleber Alves de Andrade (São Domingos do Maranhão)
    30 – Alexandre Araújo dos Santos­ (São Francisco do Brejão)
    31 – Luiza Moura ­da Silva Rocha (São João do Sóter)
    32 – João Castelo Ribeiro Gonçalves (São Luís)
    33 –­ Leocádio Olímpio Rodrigues (Serrano do Maranhão)
    34 –­ Juvenal Leita de Oliveira (Sucupira do Riachão)
    35 ­– Maria do Socorro Almeida Waquim (Timon)
    36 –­ Domingos Sávio Fonseca Silva (Turilândia)
    37 – Raimundo Nonato Abraão Baquil­ (Tutoia)
    38 – Abnadab Silveira Léda­ (Urbano Santos)
    39 –­ Miguel Rodrigues Fernandes (Vargem Grande)
    40 –­ Raimundo Nonato Sampaio (Zé Doca)

    Com informações do Luis Cardoso e Luis Pablo. 

    0 Comentários

    Deixe o seu comentário!