Logo
  • Pinheiro: Câmara aprova projeto que autoriza Luciano Genésio contratar quase dois mil funcionários.

    Na manhã da ultima quinta-feira, 26, em sessão extraordinária da câmara municipal de Pinheiro, foi aprovado o projeto do executivo municipal que autoriza o prefeito, Luciano Genésio,  a contratar temporariamente funcionários para atuar em diversas áreas da administração pública.

    O Projeto foi apresentado e o presidente da casa, vereador, Elizeu de Tantan (PP), nomeou três vereadores para compor uma comissão para analise do mesmo, a sessão foi interrompida por alguns minutos. Após analise o projeto voltou para o plenário e foi para discussão e em seguida votação e aprovação. O projeto foi aprovado por todos os vereadores presentes com direito a voto.

    O projeto autorizou o município a contratar 1.980 funcionários temporários distribuídos em diversas áreas. Confira.

    Saúde – 500 vagas

    Assistência Social – 100 vagas

    Infraestrutura – 120 vagas

    Educação – 790 vagas

    Administração – 180 vagas

    Asg – 290 vagas.

    As contratações devem ser por indicação dos 11 vereadores da base aliada ao prefeito, já que o executivo não se manifestou em fazer seletivo. No rateio de vagas, cada edil terá no mínimo 150 contratos.

    Votaram pela aprovação os vereadores: Lucas do Beiradão (PSDB), João Morais (PSB), Albininho (PCdoB), Paulinho Enfermeiro (PMN), Sandro Lima (PCdoB), Capadinho (PMDB), Riba do Bom Viver (PDT), Alexsandro Montenegro (PP), Rubemar Ribeiro (PMDB), Ednildo Rodrigues (PCdoB) e Guto (PV).

    O vereador Elizeu de Tanta (PP) presidia a sessão e não teve direto a voto os vereadores Beto de Ribão (PSD), Oziel Menezes (PSD) não compareceram a convocação e o  vereador Valter Soares teve que se ausentar antes que o projeto fosse votado.

    0 Comentários

    Deixe o seu comentário!