Logo
  • Major Osmar concede entrevista coletiva e mostra os primeiros resultados da operação “Pinheiro em Paz”

    Major
    Osmar, comandante do 10º BPM, reuniu a imprensa local, e mostrou os primeiros
    resultados da operação “Pinheiro em paz” 
    O comandante do 10º BPM Major
    Osmar Alves, concedeu na manhã desta
    segunda-feira (27) coletiva de imprensa, e mostrou os primeiro resultados da
    operação “Pinheiro em Paz” deflagrada pela PM durante o último fim de semana.
    De acordo com o Major,
    pinheiro tem um alto índice de roubos de motos, roubos a residência e é absurda
    a questão do tráfico de drogas, “a operação Pinheiro em Paz foi apenas uma
    da série de operações que desenvolverá o Comando em Pinheiro no combate à criminalidade”
    afirmou o comandante.

    A operação.

    A
    operação “Pinheiro em Paz” que aconteceu no último fim de semana em Pinheiro,
    das 20:00h as 2:00h da manhã. Atuou com seis viaturas, a cidade foi dividida em
    vários quadrantes, e toda população pode perceber a presença da polícia
    militar, e por conta da operação é notável que a cidade já deu uma
    tranquilizada, poucas pessoas nas ruas e sem movimentações em pontos de vendas
    de drogas, durante a operação.

    Um
    dos principais objetivos da operação é diminuir os incidentes, inclusive
    tivemos poucas ocorrências entrando no 190 por conta das viaturas nas ruas.
    Quando a gente faz o policiamento preventivo, obviamente diminui a parte
    repressiva, e teremos poucas pessoas sendo roubadas. Então esse é um dos
    grandes objetivos, é colocar polícia nas ruas e fazer o policiamento ostensivo.

    Festas e Bares.

    Quando
    as festas se prolongam por demais, as pessoas bebem muitos, e existe uma tendência
    de originar vários crimes em decorrência dessas festividades, e existe a questão
    do crime ambiental, ou seja, a perturbação do sossego.  Existem pessoas que estão brincando e pessoas que
    não estão brincando. Daí resolvemos atuar paralelamente, fechando festas e
    bares dentro do horário previsto pela lei ambiental onde contamos com o apoio do
    Corpo de Bombeiros, que já pôde vistoriar alguns estabelecimentos, e fez a
    notificação dos mesmos para se enquadrarem dentro do que prever a lei.

    Resultado da Operação.

    Durante
    a operação, 734 pessoas foram abordadas, 2 armas de fogo e 2 armas brancas foram
    apreendidas, 259 veículos foram vistoriados, sendo   34 carros
    e 225 motos, 124 estabelecimentos foram visitados pela ronda policial, duas
    moto roubadas foram recuperadas e houve 9 conduções.

    Afirmou ainda o comandante,
    que a operação não vai parar, e o comando dará sequência aos trabalhos que deve
    ser estendido para outros municípios pertencentes ao 10º BPM como Alcântara,
    Bequimão, Peri Mirim, São Bento, Bacurituba, Palmeirândia, Bequimão, Santa
    Helena, Turilândia, Turiaçu, Pedro do Rosário e Pres. Sarney.
    Questionado sobre o
    combate as drogas na cidade de Pinheiro, o major afirmou. “O policiamento ostensivo consegue combater
    apenas a venda pequena, e impedir parte a comercialização, mas o comando já
    montou o serviço de inteligência. O combate ao tráfico de drogas só tem
    efetividade quando a gente ataca as fontes, e pra chegar neles somente com o
    serviço de inteligência, já estamos trabalhando nisso e muito em breve estaremos
    mostrando prisões pontuais em relação a traficantes em Pinheiro”
    .   
    O
    que a sociedade pode esperar no novo comandante do 10º BPM?

    A
    sociedade pode ter certeza que tem um comandante sério, que procura trabalhar dentro
    da lei. Um comandante disposto que precisa da população. Peço que a população
    procure o comandante, eu preciso de vocês, preciso das informações que vocês tem,
    a gente não tem bola de cristal. Precisamos do apoio da comunidade, as vezes a
    população não sente essa firmeza na polícia, mas vocês podem ter certeza que o
    comando da PM estará disposto a resolver os problemas da segurança pública aqui
    dentro da cidade de Pinheiro, garantiu o comandante.  
    Depois de apenas 5 dias à
    frente do 10º BPM o comandante achou muito cedo fazer uma avaliação, e garantiu
    que depois de 30 dias à frente da tropa, dará outra coletiva fazendo o balanço
    das ações do 10º BPM depois de ter assumido o posto.

    0 Comentários

    Deixe o seu comentário!