Logo
  • Plataforma com guindaste chega à ponte entre Central e Bequimão para mais uma etapa da obra

                                                Equipamento foi adicionado ao canteiro de obras

    Nesta semana, um novo equipamento foi adicionado ao canteiro de obras da Ponte Central-Bequimão. A plataforma Cábrea partiu de São Luís e chegou à obra para dar mais agilidade ao processo de lançamento de estrutura metálica. Com 589 metros de comprimento, a Ponte Central Bequimão já se consolidou como uma das maiores obras da engenharia maranhense.

    Para a obra, muita gente pensa, projeta e executa diversas atividades todos os dias. São mais de 100 trabalhadores atualmente. Com o avanço dos serviços, a obra chegou à fase de lançamento de vigas metálicas sobre os blocos de concreto. Como cada viga mede, aproximadamente, 42 metros e pesa 30 toneladas, foi necessária uma ajuda extra para dar rapidez à obra. Nesta semana, a Plataforma Cabrea chegou ao leito do Rio Pericumã para agilizar esses lançamentos e oferecer mais segurança à operação.

    Para o secretário Clayton Noleto, esse recurso será de grande valia para a obra. “Nós estamos trabalhando todos os dias para conseguir entregar essa obra o mais rápido possível. A plataforma, portanto, é uma dessas formas de agilizar o nosso serviço. Com a Cábrea, conseguiremos ter mais segurança nesse lançamento de vigas e, claro, mais rapidez”, afirmou o secretário.

    Como vai funcionar

    Após a soldagem dos segmentos das vigas, ainda em solo, a plataforma Cábrea iça as vigas solteiras, que são compostas por três segmentos, para posicionar sobre a estrutura da ponte. A plataforma pesa cerca de 300 toneladas e já está posicionada sob o leito para começar a içar as vigas e lançar sobre as outras de apoio nos blocos de concreto.

    Andamento da obra

    A obra segue em andamento com outras execuções. As equipes se dividem agora na soldagem das vigas para a plataforma conseguir içar, no tratamento de solo mole nas cabeceiras da ponte tanto do lado de Central como de Bequimão, na execução dos blocos em terra do lado de Central e na montagem dos conjuntos de vigas do lado de Bequimão.

    0 Comentários

    Deixe o seu comentário!