Logo
  • Prefeito de Cururupu é enquadrado na Lei Maria da Penha após agressão

    José Carlos de Almeida Júnior encheu
    a ex-mulher de socos e murros na cabeça.
    O
    prefeito do município Cururupu, José Carlos de Almeida Júnior, foi enquadrado
    na Lei Maria da Penha e agora responde a processo na 3ª Câmara Criminal. O
    gestor foi denunciado na Vara Especial de Violência Doméstica e Familiar da
    comarca de São Luís, após agredir a socos e murros na cabeça a ex-companheira.
    Ela havia ido buscar o filho na casa da ex-sogra no dia
    07 de abril quando foi agredida e impedida de levar a criança. O caso foi
    registrado, na ocasião, no Plantal Central da Reffesa e a vítima foi submetida
    a exame de corpo de delito, em seguida encaminhado para a Delegacia Especial da
    Mulher.
    Como o acusado ocupa o cargo de prefeito, o caso passou a
    ser de competência do Tribunal de Justiça, cabendo ao órgão julgar o prefeito.
    Não foi decretada a prisão preventiva contra José Carlos
    de Almeida, mas ele perdeu o direito de ver o filho menor. A justiça determinou
    ainda que o acusado se mantenha distante da vítima e dos familiares da
    ex-mulher, e que cumpra com o pedido de provisão de alimentos no valor de 30%
    dos rendimentos líquidos do salário do prefeito de Cururupu.
    Veja abaixo a decisão expedida no dia 6 de maio e
    publicada no último dia 7 no Diário da Justiça do Estado.
    Do TopC

    0 Comentários

    Deixe o seu comentário!