Logo
  • Produtores de farinha de mandioca são capacitados na Baixada Maranhense

    Capacitação em boas práticas na
    produção da farinha é uma iniciativa do
     SEBRAE, através do projeto Território da Cidadania da Baixada Ocidental
    A gerente do SEBRAE em Pinheiro, Rosa Amélia Borges, junto ao prefeito
    João Jorge Lobato e ao consultor Nelson Aguiar, durante abertura dos trabalhos.
    Um grupo de 18 produtores rurais dos povoados Bacuri e
    Mundico – distantes comunidades rurais integrantes do município de Santa
    Helena, na Baixada Maranhense – receberam, pela primeira vez, a capacitação
    Melhoramento da Produção de Farinha de Mandioca, para implantação de boas
    práticas na produção de um dos alimentos mais populares do estado, numa
    promoção do SEBRAE Maranhão. O curso de boas práticas na produção da farinha de
    mandioca teve início na segunda-feira (5), seguindo até sexta, dia 9.
    O curso para melhoramento da produção
    de farinha de mandioca, é fruto de uma parceria entre a unidade regional do SEBRAE
    em Pinheiro e a Prefeitura Municipal de Santa Helena. A ação é resultado das
    articulações do Agentes de Desenvolvimento Local que atuam no município e que
    foram capacitados pelo SEBRAE.  
    Na abertura dos trabalhos, o prefeito
    João Jorge Lobato falou aos produtores sobre a importância da capacitação e dos
    novos conhecimentos trazidos para a região pelo SEBRAE. “Todos que atuam nesta
    produção local devem se capacitar e procurar melhorar a produção da farinha da
    região. Agradeço à iniciativa do SEBRAE pela parceria e a contribuição que tem
    dado ao município, através da realização de ações que tem contribuído na
    melhoria da realidade econômica de Santa Helena”, assinalou  o gestor.
    O consultor do SEBRAE Nelson Aguiar,
    que está ministrando a capacitação, vai ensinar as técnicas utilizadas para a
    fabricação da farinha tipo ova, desde a escolha do modelo da peneira, o tempo
    certo para a mandioca amadurecer, o ponto certo da massa, dentre outras fases
    da atividade. Tudo para que os agricultores possam alcançar maior qualidade no
    seu produto e, com isso, aumentar a sua renda familiar. Ele deve tratar ainda
    de aspectos gerais da cadeia produtiva da mandioca no Brasil, dos sistemas de
    produção, do manejo e conservação do solo, dos múltiplos usos da mandioca na
    alimentação humana, entre outros temas.
    O produtor José Aderaldo, morador da
    comunidade, acredita que o curso vai ajudar o grupo a produzir melhor. “Vai ser
    importante para mim, porque minha produção não tem a qualidade ideal. A partir
    do curso, espero não somente eu, mas toda a comunidade, a vender melhor nosso
    produto”, observou Aderaldo.
    O Curso Melhoramento da Produção de
    Farinha de Mandioca encerra em Santa Helena na próxima sexta-feira, dia 9. Em
    Porto Rico, o mesmo curso acontecerá no período de 19 a 23 deste mês; e no
    município de Serrano, no período de 26 a 30 de maio.
     Vanda Pereira
    Unidade de Marketing e Comunicação
    Regional do SEBRAE em Pinheiro – Ma
    Contatos: (98) 8118 0106
    SEBRAE – Pinheiro-Ma- (98) 3381- 2711

    0 Comentários

    Deixe o seu comentário!