Logo
  • Promessa não cumprida por Flávio Dino é cobrada de candidato do PCdoB em Pinheiro.

    f1Prédios abandonados, obras paralisadas, ordem de serviço do serviço que nunca chega, corte em rapasses da saúde, estradas abandonadas e promessas não cumpridas, esses são os benéficos do Governador Flávio Dino para cidade de Pinheiro.

    Flávio Dino que obteve 69,36% dos votos válidos sem nunca ter plantado uma cebola na cidade de Pinheiro, retribui a votação que recebeu, de forma contraria ao esperado pela população, desde que assumiu o governo, só malefícios e enganação aos pinheirenses.

    Abandono dos prédios do CRÁS e Creas, paralisação da obra de construção do Parque Empresarial de Pinheiro, corte nos repasses do SAMU e Farmácia Básica, assinatura da ordem de serviço do “Mais Asfalto” a mais de 8 meses, e nunca caiu um palmo na cidade, são alguns malefícios do governo para cidade.

    Apenas o hospital Macrorregional, construído e equipado pela ex-governadora, Roseana Sarney, ainda não foi abandonado, mas o governo já iniciou a paralisação de alguns atendimentos, como neurocirurgias que deixaram de ser realizas no hospital da Baixada.f2

    No dia da inauguração do hospital da Baixada, familiares de pessoas que fazem hemodiálise semanalmente na capital do estado, se fizeram presentes no evento e cobraram do governo a construção de um Cetro de Hemodiálise. Dino, reuniu com os familiares, e prometeu a construção do Centro na cidade de Pinheiro. Depois de 9 meses, os familiares e pacientes ainda cobram a promessa do governador.

    Não sabendo quando terão outra oportunidade para falar com o governador, a cobrança foi feita ao candidato do PCdoB, o Paraibano Leonardo Sá que se intitula candidato do governo.

    Num evento do candidato caldo de peteca, intitulado “Diálogos por Pinheiro” no Bairro da Bubalina, onde poucas pessoas compareceram, e os poucos que foram ao evento tinham como único objetivo mandar um recado ao governador. Familiares de pessoas que fazem o tratamento na capital do estado, exibiram cartazes cobrando do governador a promessa feita.

    A manifestação foi ignorada pelo candidato do PCdoB, que não se pronunciou sobre o assunto, e tampou entrou em contatou com o secretário de saúde do estado.

    0 Comentários

    Deixe o seu comentário!