Logo
  • Protesto contra construção de presídio chega à câmara municipal de Pinheiro.

    Moradores da
    comunidade de Ponta de Santana continuam protestando contra a construção do
    Presídio. Depois de terem interditado a MA 106 no ultimo dia 28. As
    manifestações chegaram até o prédio da câmara municipal de Pinheiro na manhã
    desta terça-feira (04).
    Segundo o
    presidente da comunidade, eles só irão parar a manifestação, quando forem
    atendidos pelo Governo do Estado e Secretaria de Justiça e Administração
    Penitenciária. 
    Segundo uma
    moradora que reside há 20 anos no local, diz não aceitar a construção do
    presídio próximo as famílias, isso significa tirar a segurança do local, onde
    os moradores passaram a viver com medo das rebeliões, com tantas pessoas
    perigosa juntas. 
    O vereador
    Leonardo Sá (PDT) se solidarizou com os moradores da comunidade de Ponta de
    Santana e região, e afirmou apoio aos protestos até que o dialogo seja aberto.
    Assim como
    os moradores, Leonardo afirma conhecer o caos que se instalou no sistema prisional
    do estado, e a necessidade da construção de presídios regionais devido às
    superlotações nos cadeiões.
    Afirma o
    vereador que as manifestações que a cada dia ganham maior proporção questionam
    o local de construção e não a construção.  
    Além do presídio já iniciado ficar dentro de uma povoação, fica pouco
    mais de 4 km do centro da cidade de pinheiro e apenas 2,5km do perímetro urbano.
     

    0 Comentários

    Deixe o seu comentário!