Logo
  • Sebrae leva pequenos produtores rurais maranhenses para conhecer experiência de ovinocaprinocultura no Ceará

    Integrantes da missão em visita técnica a uma das propriedades

    Foram três dias de completa imersão no universo do conhecimento e das pesquisas ligadas a criação e o manejo de caprinos e ovinos. Um grupo formado por 30 pequenos empreendedores do campo, técnicos agropecuários e prefeitos municipais da região da Baixada e do Litoral Ocidental maranhense, tiveram uma oportunidade ímpar e inédita proporcionada pelo Sebrae Maranhão, através da sua unidade regional em Pinheiro, de conhecer a fundo todas as tecnologias aplicadas pela Embrapa Caprinos e Ovinos em Sobral (CE), maior referência do segmento no Brasil, em uma ação inédita de turismo tecnológico.

    Além do apoio da Embrapa, uma cooperação entre os Sebraes Maranhão e Ceará, e a Prefeitura de Sobral, tornou viável aos integrantes da missão visitas técnicas a propriedades atendidas por eles e a participação em uma palestra, onde os participantes conheceram melhor todo o trabalho que vem sendo desenvolvido com a finalidade de valorizar os produtos ligados ao segmento da caprinovinocultura.

    Coordenador da missão técnica “Expocapril no Sertão”, o Diretor Superintendente do Sebrae no Maranhão, João Martins, informou que essa é apenas uma de muitas ações que já estão sendo planejadas para contemplar o segmento que está em evidente crescimento no estado.

    “Essa é mais uma das muitas ações que já desenvolvemos em todo o Maranhão no apoio aos empreendedores rurais. Sabemos que os criadores que atuam no segmento de caprinos e ovinos são responsáveis por uma fatia significativa do crescimento do agronegócio no nosso estado; por isso eles já são e continuarão sendo vistos pelo Sebrae como prioridade estratégica na nossa atuação”, garantiu Martins.

    O objetivo da missão foi promover o acesso à informação e a tecnologia na criação, manejo, aproveitamento e comercialização de caprinos e ovinos, onde os participantes tivessem a oportunidade de compartilhar os conhecimentos e técnicas adquiridas com outros criadores. A comitiva visitou os campos experimentais da Embrapa e propriedades com as quais a empresa desenvolve parcerias em projetos de pesquisa.

    “Essa missão foi a ferramenta que encontramos para contemplar um público que sempre nos procura em busca de capacitação e aperfeiçoamento, que são os produtores de caprinos e ovinos. Temos certeza que os resultados dessa missão serão percebidos em breve e sem dúvida serão positivos”, projetou Graça Fernandes, gerente regional do Sebrae em Pinheiro, responsável por atender a região.

    A missão abrangeu um público que representou oito municípios das regiões da Baixada e Litoral Ocidental maranhense. Pinheiro, Bequimão, Alcântara, São João Batista, Cajapió, Mirinzal, Central do Maranhão e São Bento foram as cidades representadas. A missão contou com o apoio das Associações de Criadores de Caprinos e Ovinos de Bequimão e São João Batista e da Prefeitura Municipal de Bequimão. Destaque ainda para a participação dos criadores envolvidos na realização da 10ª edição da Expocapril, exposição que acontecerá entre os dias 15 e 19 de novembro na cidade de Bequimão e que já faz parte do calendário de eventos do agronegócio no estado do Maranhão.

    Missão visita a unidade regional do Sebrae em Sobral onde participaram de palestra.

    “Mais uma vez o Sebrae nos ajuda a buscar o conhecimento, o melhor aprendizado, então o nosso aprendizado já pode ser percebido graças a esse apoio do Sebrae e dessa vez não foi diferente. Tudo que aprendemos aqui estará sem dúvida nenhuma servindo para o nosso dia a dia quanto associação e também como produtor, melhorando nosso rebanho e nossa exposição, a Expocapril”, garantiu Leônidas Viegas Almeida, presidente da Associação dos Criadores e Criadoras de Ovinos e Caprinos de Bequimão (ACCOCBEQ).

    A comitiva da missão técnica Expocapril no Sertão também incluiu gestores públicos, como o prefeito de São Bento, Luizinho Barros. Segundo ele, essa missão foi um passo fundamental para o crescimento da região.

    “O nosso objetivo agora será entrar em contato com outros prefeitos da região e faze-los ver a necessidade do apoio do poder público para esse povo que tem força de vontade e está buscando mecanismos para melhorar suas vidas e de outros membros da sociedade. Agora, mais do que nunca eu serei um parceiro de primeira hora do Sebrae para que possamos melhorar a qualidade de vida do povo da nossa região”, disse Barros.

    A MISSÃO

    Visita técnica a fazenda de pesquisas da Embrapa.

    No primeiro dia da missão (25), o destino foi a Fazenda Miramar, localizada no povoado Taperuaba, zona rural de Sobral. A fazenda de 1.150 hectares, possui um rebanho com 500 cabeças de ovinos, criados no sistema semiextensivo. A fazenda é acompanhada pela unidade regional do Sebrae em Sobral e é um caso de sucesso do projeto de produção e comercialização. Lá os participantes entenderam que a aplicação de tecnologia e o manejo adequado tornam o plantel rentável mesmo em condições climáticas adversas, como é o caso no estado do Ceará, onde há cerca de três anos o nível de chuvas não alcança o padrão satisfatório.

    “Essa integração, não só entre o Sebrae, mas com outros parceiros da região, é muito valiosa para que possamos aprimorar a nossa atuação no agronegócio especialmente nessa área de ovinos e caprinos e assim poder melhorar essas técnicas de manejo e de estratégia mercadológica em nosso estado e no Maranhão”, afirmou Suilany Teixeira, gerente regional do Sebrae em Sobral (CE).

    Na terça-feira (26), já como parte da programação junto a Embrapa, a comitiva visitou a Fazenda Lagoa Seca, localizada no município de Cariré (CE) e a comunidade Sítio Areias, em Sobral. Na fazenda, que possui 420 hectares e um rebanho de aproximadamente 480 animais, os integrantes da missão puderam observar como é feito o manejo na propriedade que é uma das unidades de referência da Embrapa Caprinos e Ovinos.

    A fazenda Lagoa Seca é acompanhada por cinco gerações da mesma família, é também uma empresa, a “Produtos do Campo”, fornecendo carne de ovinos e caprinos, galinhas e capotes abatidos para diversos restaurantes da região. A atividade já gera aos proprietários uma receita mensal em torno de R$ 7.000,00 (sete mil reais).

    No povoado de Boqueirão, onde fica localizado o Sítio Areias, comunidade rural com aproximadamente 70 famílias, os caravaneiros observaram o resultado do redesenho de sistemas locais de agricultores familiares, com foco na agroecologia e nos sistemas cooperativos, como a experiência da casa de sementes, que fornece insumos para que os associados possam plantar e colher com qualidade e rentabilidade.

    Integrantes da missão em frente ao prédio da Embrapa em Sobral (CE)

    A missão foi concluída na quarta-feira (27), em uma visita a Fazenda Três Lagoas, campo experimental da Embrapa Caprinos e Ovinos. Uma atenção especial foi dada para a importância dos registros para fins de escrituração zootécnica, análise de escore corporal, controle de verminose e linfadenitecaseosa, além de informações sobre o período apropriado para a monta e seus procedimentos.

    Os participantes da missão receberam ainda capacitação sobre manejo de rebanhos, ministradas pelo médico veterinário e analista da Embrapa, Alexandre Monteiro com o apoio do técnico Gilberto Schleich.

    “O Sebrae foi bastante feliz em reunir o grupo para que viessem nos visitar, porque essa missão congrega o meio produtivo com a pesquisa, o que nos permite apresentar todo o nosso portfólio a um número cada vez maior de criadores de ovinos e caprinos do nordeste e do Brasil”, disse Monteiro.

    0 Comentários

    Deixe o seu comentário!