Logo
  • Secretaria de Assistência Social e Conselho Tutelar de São Bento realizam ação de combate ao abuso e exploração sexual de menores

    Foi realizada nesta, terça-feira, 9 de maio, uma ação de combate ao abuso e à
    exploração sexual de crianças e adolescentes na cidade, com iniciativa da Secretaria
    Municipal de Assistência Social em parceria com o Conselho Tutelar de São Bento.

    O evento antecipa a programação do próximo dia 18 deste mês, data nacional de
    combate ao abuso e à exploração sexual de menores no Brasil. A ação foi desenvolvida
    baseada no lema “Faça bonito. Proteja as nossas crianças e adolescentes. Esquecer é

    permitir, lembrar é combater”.

    O objetivo do evento, tanto desta terça-feira como do

    dia nacional, é promover a proteção às crianças e adolescentes, divulgar as informações
    de combate à exploração e abuso sexual e estimular as denúncias de crimes cometidos
    por adultos a menores de idade. Dessa forma, estão irmanados nessa campanha o
    Conselho Tutelar, a Secretaria de Assistência Social, vários departamentos e órgãos

    municipais e as delegacias de polícia.

    Na ação foram distribuídos, para os moradores da cidade, alguns materiais publicitários
    que contém informações educativas e que estimulam as denúncias. As peças de comunicação
    também contém dicas que direcionam um bom relacionamento com os menores de idade,
    que aproximam pais e filhos, que ensinam como estabelecer diálogos de respeito e como ter
    empatia e uma comunicação eficaz com crianças e adolescentes.

    Até o dia 18 de maio, data nacional da campanha em todo o país, serão realizadas várias
    atividades nas escolas públicas e na zona rural de São Bento, por exemplo. Uma vasta
    programação está sendo elaborada para dar prosseguimento à ação que se deu inicialmente
    na data de hoje.

    O planejamento para o “Dia D”, como denomina a data a secretária Leda Maria, responsável
    pela pasta da assistência social do munícipio, está sendo feito para marcar a vida das várias
    famílias são-bentoenses que necessitam aprender a proteger as suas crianças e adolescentes.

    O desejo da secretária, nessa parceria com o Conselho Tutelar, é influir definitivamente
    na harmonia dos lares das famílias da cidade, fazendo com que as crianças e adolescentes

    estejam protegidos dentro e fora de casa.

    Para denunciar, a pessoa pode procurar o Conselho Tutelar são-bentoense, qualquer delegacia
    da cidade (que pode ser especializada na defesa de crianças e adolescentes ou não) e através
    do disque-denúncia nacional, ligando para o número 100, e o denunciante pode também ligar
    diretamente para o número 190, nos casos de emergência.

    0 Comentários

    Deixe o seu comentário!